29 FEV 2020 | ATUALIZADO 19:09
Papo Afiado

Tchau, querido!

Tchau, querido!
05/05/2016 08:07
Atualizado
13/12/2018 18:46
A+   A-  
Imagem 1 -  Tchau, querido!
Agência Brasil

Demorou, mas finalmente o Supremo Tribunal Federal (STF) deu uma resposta à sociedade brasileira sobre a imoral permanência de Eduardo Cunha (PMDB) na presidência da Câmara dos Deputados. O parlamentar não só foi afastado da função de presidente, como também do mandato de deputado.

A decisão do ministro Teori Zavaski aponta que a permanência de Cunha na presidência da Câmara representa não somente risco para as investigações em andamento no Supremo Federal, mas também conspira contra a própria dignidade da Casa Legislativa.

Jório se fortalece

Já em Mossoró, o presidente do Poder Legislativo local se fortaleceu após decisão do juiz Pedro Cordeiro Júnior, que considerou ilegal o pagamento da polêmica verba indenizatória, nos moldes como vinha sendo realizado. Foi o próprio Jório que decidiu suspender o pagamento, após recomendação de equipe técnica do Tribunal de Contas do Estado.

Jório se fortalece II

Com a decisão de Jório, grande parte dos vereadores mossoroenses se rebelou contra o presidente. Genivan Vale (PDT) acionou a Justiça para garantir o recebimento da “remuneração extra”, como bem definiu o juiz Pedro Cordeiro. O pedido, obviamente, foi negado. Ganha a moralidade.

Notas

Convite Missa

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário