26 JUN 2022 | ATUALIZADO 12:59
MOSSORÓ
Da redação
26/08/2016 15:37
Atualizado
13/12/2018 12:36

Obstetra Luiz Dalama defende licença maternidade de um ano

A+   A-  
Obstetra e Ginecologista Luiz Antônio Dalama explica que seis meses de licença maternidade para a mulher é insuficiente para atender os anseios do bebê

O médico obstetra e ginecologista Luiz Antônio Dalama, do Hospital Maternidade Almeida Castro, defende a tese de que a mulher precisa de pelo menos 12 meses de licença a maternidade para ficar com o filho.

Para Luiz Dalama, seis meses é muito pouco tempo para o filho ficar com a mãe. Destaca que este momento é muito importante para a mulher, tanto o momento da gravidez como de criação do filho.

Classifica como ridícula ser apenas 6 meses de licença maternidade. Ele disse que a mãe precisa de pelo menos um ano para ter um vínculo com o filho, como já acontece na Suíça. "É isto que a mãe precisa".

"A mãe passou nove meses mandando mensagens com aquele bebezinho mandando um monte de mensagens para ele e agora ele está cobrando. Quero ver. Este vínculo está sendo quebrado", explica.

Ele finaliza dizendo que isto não depende do médico, da enfermeira, mas sim das mães. Pede atenção.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário