23 JAN 2019 | ATUALIZADO 19:42
ESTADO

Caminhões-pipa pegam água em Apodi e Vera Cruz para abastecer 17 cidades em colapso

Municípios em colapso no abastecimento são da região Alto Oeste e Seridó. Começou nesta quinta, 1º, a segunda fase da operação Vertente.
Da redação
02/06/2017 06:31
Atualizado
13/12/2018 18:19
A+   A-  
Caminhões-pipa pegam água em Apodi e Vera Cruz para abastecer 17 cidades em colapso
Valéria Lima/MH
O Governo do Estado inicia, nesta quinta-feira (1º), a segunda fase da Operação Vertente, que levará água através de caminhões-pipa para a área urbana de 17 municípios potiguares das regiões Alto Oeste e Seridó, em colapso no abastecimento de água.

Através de 73 caminhões-pipa, a água será captada de mananciais das cidades de Apodi e Vera Cruz, e distribuída em pontos localizados em Alexandria, Almino Afonso, Antônio Martins, Bodó, Caicó, Francisco Dantas, João Dias, José da Penha, Lagoa Nova, Marcelino Vieira, Paraná, Pilões, Rafael Fernandes, São Miguel, Serrinha dos Pintos, Tenente Ananias, Tenente Laurentino.

Estão sendo investidos recursos da ordem de R$ 12,7 milhões, oriundos do Ministério da Integração Nacional, para a ação, que é organizada pelo Gabinete Civil através da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil. Monitoramento

Na Operação Vertente, as rotas realizadas pelos caminhões são monitoradas através de sistema de georreferenciamento via satélite, dos pontos de captação, até a entrega da água, evitando problemas com desvios.

O acionamento é feito por meio de um cartão eletrônico no início do trajeto. Ao finalizar o percurso, o beneficiário também afere a chegada da água através de um cartão.

Primeira fase

Entre setembro de 2016 e fevereiro de 2017, a primeira fase da operação os abasteceu com água potável 13 cidades das regiões Alto Oeste e Seridó, atendendo cerca de 150 mil pessoas. Agora, a Defesa Civil Estadual pretende aumentar o número de municípios atendidos para 17, mas que pode variar dependendo do monitoramento da CAERN, determinante na avaliação da necessidade de abastecimento emergencial. 

Reservatórios

A Operação Vertente é a forma encontrada pelo governo federal e estadual para minimizar os efeitos da estiagem prolongada. Os caminhões-pipa fazem a distribuição de água para os municípíos que estão em colapso, isso porque os reservatórios potiguares sofrem com a seca. 

Atualmente, a maior barragem do Estado, a Armando Ribeiro está com menos de 20% de sua capacidade total que é de 2,4 bilhões de metros cúbicos. Açudes como o Itans, de Caicó, e o de Pau dos Ferros estão completamente seco. Caicó é uma das cidades que mais sofrem com a falta de abastecimento. O governo conseguiu entregar a autora emergencial, mas ainda está em fase de testes. 
 

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário