18 JAN 2019 | ATUALIZADO 23:51
POLÍTICA

Izabel e Manoel Bezerra asseguram que são inocentes e que vão provar isto

Procuradoria Geral de Justiça emitiu parecer no processo, requerendo que a Justiça decrete o imediato afastamento dos dois vereadores mossoroenses
Da redação
27/04/2018 19:17
Atualizado
14/12/2018 08:27
A+   A-  
Izabel e Manoel Bezerra asseguram que são inocentes e que vão provar isto
Os vereadores Izabel Montenegro e Manoel Bezerra, diante do que foi veiculado na mídia, com base num parecer do Procurador Geral de Justiça, de que podem perder seus mandatos, emitiram uma nota de esclarecimento a população de Mossoró.

Asseguram, na nota, que são inocentes das acusações e que vão provar isto até o transito em julgado dos processos.

Segue-a.

Os vereadores Izabel Montenegro e Manoel Bezerra esclarecem ao público geral que continuam no pleno exercício dos seus mandatos e que não há, no âmbito Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), nenhuma decisão pela perda da função parlamentar dos dois.

Qualquer ato nesse sentido está condicionado, em regra, aos efeitos de eventual aplicação da Lei da Ficha Limpa e do cumprimento antecipado de sentença, nos termos definidos, provisoriamente, pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Portanto, o parecer da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) contrário aos vereadores funciona como recomendação ao Poder Judiciário, e não como decisão concreta, muito menos deve servir de juízo de valor para pré-julgamentos.

Por fim, os parlamentares agradecem às manifestações de solidariedade, reafirmam o respeito ao Ministério Público e ao Poder Judiciário, ao passo que reafirmam inocência e asseguram piamente que provarão essa condição até o trânsito em julgado.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário