23 JAN 2019 | ATUALIZADO 19:42
MOSSORÓ

Júri Popular absolve acusado de tentar matar colega na Cadeia Pública de Mossoró

Julgamento aconteceu no Fórum Desembargador Silveira Martins. Tiago Antônio Bezerra de Lucena, 28, já estava em liberdade.
Da redação
03/05/2018 09:11
Atualizado
14/12/2018 02:27
A+   A-  
Júri Popular absolve acusado de tentar matar colega na Cadeia Pública de Mossoró
O Tribunal do Júri Popular absolveu na manhã desta quinta-feira, 3,  Tiago Antônio Bezerra de Lucena, 28 anos, da acusação de tentativa de homicídio contra o então preso de justiça Lemuel Lourenço da Costa, ocorrida no refeitório da Cadeia Pública de Mossoró, em agosto de 2011. O crime teria sido praticado com a ajuda de Cleonilson Benício de Nascimento, conhecido como Baraúnas, já falecido.

O julgamento aconteceu no Fórum Desembargador Silveira Martins, em Mossoró. A sessão foi presidida pelo juiz Vagnos Kelly de Medeiros Figueiredo. O Ministério Público Estadual foi representado pela promotor de justiça Ana Ximenes. A defesa do réu foi feita pelo advogado Justino Dutra Dantas de Almeida.

Após explanações de defesa e acusação, o Conselho de Sentença se reuniu e decidiu pela absolvição do réu neste processo. Ele está atualmente em liberdade.

Segundo os autos do processo, a vítima estava no refeitório do Pavilhão 01, da Cadeia Pública de Mossoró, quando chegaram os acusados afirmando que a vítima estava falando deles. A vítima foi surpreendida pelo denunciado Tiago que a empurrou para cima de Cleonilson. Em seguida, Cleonilson teria perfurado a vítima com uma faca artesanal. Tiago também teria atacado a vítima com uma faca. Lemuel foi atingido na coxa, virilha e testículos. Mesmo ferido, foi até a grade e pediu ajuda aos agentes penitenciários, sendo socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em seguida.

Leia mais
Júri Popular julga acusado de tentar matar colega dentro da Cadeia Pública de Mossoró
 

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário