23 FEV 2019 | ATUALIZADO 18:10
POLÍTICA

Mineiro é o único que não participava do esquema de funcionários fantasmas da Assembleia do RN

Veja a Delação Premiada da ex procuradora geral da Assembleia Ritinha das Merces, apontando desembarcadores, conselheiros, ex governadores, deputados federais e senadores no esquema criminoso
Da redação
10/06/2018 12:49
Atualizado
14/12/2018 08:14
A+   A-  
Mineiro é o único que não participava do esquema de funcionários fantasmas da Assembleia do RN
O deputado estadual Fernando Mineiro, do PT, é o único que não quiz fazer parte do esquema criminoso de indicação de funcionários fantasmas na Assembléia Legislativa do Rio Grande do norte, segundo ressaltou a delatadora Ritinha das Mercês, ex-procuradora da casa.

Veja o termo de delação premiada na ÍNTEGRA. 

A citação da delatora foi feita página 39 dos Termos de Delação Premiada assinado com o Ministério Público do Rio Grande do Norte. "Que a colaboradora ressalta que, pelo o que tem conhecimento, apenas o deputado estadual Fernando Mineiro não participava deste tipo de negociação"

Em contato com MOSSORO HOJE, o deputado Fernando Mineiro disse, inicialmente, que não tinha acesso ao Termo de Delação Premiada de Rita das Mercês e que iria procurar se inteirar. A reportagem transferiu o documento para o deputado, que é pre candidato a deputado federal.

"Não fiz/faço mais do que a minha obrigação: tentar diminuir a distância entre o que falo e o que faço. Apenas tento honrar as pessoas que nos prestigaram com seu voto de confiança", diz Fernando Mineiro, afirmando que iria olhar friamente o documento.

A delação de Rita das Mercês Reinaldo veio a público num período pré-eleitoral, permitindo assim que a população, em geral, consiga votar nas próximas eleições excluindo todos que participaram deste e de outros processos de desvios de recursos públicos.

Veja mais
Rita das Mercês delata dez desembargadores do RN por indicação de fantasmas na Assembléia. Veja lista




 

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário