23 MAR 2019 | ATUALIZADO 09:07
POLÍCIA

Ex-PM preso por morte de Marielle é filiado ao DEM e está em situação regular

O ex-policial militar Elcio Vieira de Queiroz, de 46 anos, é filiado desde 2011 ao partido Democratas no Rio de Janeiro. O nome dele consta em relação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como integrante do DEM, com situação regular
AGÊNCIA O GLOBO
12/03/2019 18:00
Atualizado
12/03/2019 18:00
A+   A-  
Ex-PM preso por morte de Marielle é filiado ao DEM e está em situação regular
Preso nesta terça-feira suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, o ex-policial militar Elcio Vieira de Queiroz, de 46 anos, é filiado desde 2011 ao partido Democratas
Reprodução

Preso nesta terça-feira suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, o ex-policial militar Elcio Vieira de Queiroz, de 46 anos, é filiado desde 2011 ao partido Democratas no Rio de Janeiro. O nome dele consta em relação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como integrante do DEM, com situação regular.

Diante da suspeita de envolvimento no crime cometido em 14 de março do ano passado, na capital fluminense, a direção nacional do partido decidiu expulsar e cancelar sumariamente a filiação partidária de Queiroz. O motivo, sendo nota oficial do DEM, foi o "descumprimento dos deveres éticos previstos estatutariamente".

- O Democratas repudia, de forma veemente, quaisquer atos de violência ou atentatórios ao Estado Democrático de Direito, explica o comunicado.

Segundo o registro na Justiça Eleitoral, o ex-policial militar se filiou em 13 de julho de 2011, na cidade do Rio de Janeiro.

A filiação foi relevada no início da tarde pelo portal UOL.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário