22 JUL 2019 | ATUALIZADO 19:39
ECONOMIA

Analistas já temem PIB próximo de 1% no primeiro ano do governo Bolsonaro

"Os indicadores do primeiro trimestre são todos ruins, a despeito de em fevereiro ter uma melhoria no Caged", observa Gilberto Borça Jr., membro do grupo de Grupo de Conjuntura Econômica da UFRJ
DA REDAÇÃO
09/04/2019 15:23
Atualizado
09/04/2019 15:24
A+   A-  
Analistas já temem PIB próximo de 1% no primeiro ano do governo Bolsonaro
Com a mediana das estimativas para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 1,97%, em queda há seis semanas no Focus, alguns especialistas temem que o avanço da economia este ano fique mais próximo de 1% que de 2%, repetindo os fracos desempenhos de 2017 e 2018
Arquivo

Com a mediana das estimativas para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 1,97%, em queda há seis semanas no Focus, alguns especialistas temem que o avanço da economia este ano fique mais próximo de 1% que de 2%, repetindo os fracos desempenhos de 2017 e 2018.

"Os indicadores do primeiro trimestre são todos ruins, a despeito de em fevereiro ter uma melhoria no Caged", observa Gilberto Borça Jr., membro do grupo de Grupo de Conjuntura Econômica da UFRJ. Em fevereiro, foram criadas 173 mil vagas com carteira, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), acima do esperado.

Segundo o analista, se o PIB do primeiro trimestre ficar estável em relação ao trimestre anterior, com ajuste sazonal, para a economia avançar 2% no ano, será necessário que ela cresça 1% em média no segundo, terceiro e quarto trimestres. "Isso equivale a um crescimento anualizado de 4% até o fim do ano. Me parece algo muito difícil", afirma.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário