21 AGO 2019 | ATUALIZADO 09:45
MOSSORÓ

Cooperativa espera produzir 80 mil quilos de polpa por ano em Mossoró

Unidade de beneficiamento de frutas tipicas da região está sendo erguida no bairro Alto das Brisas, em Mossoró, num investimento de R$ 1,2 milhão do Programa Governo Cidadão, financiado pelo Banco Mundial, e está com 95% das obras concluídas
17/05/2019 07:42
Atualizado
17/05/2019 07:52
A+   A-  
Cooperativa espera produzir 80 mil quilos de polpa por ano em Mossoró
Secretário estadual de Agricultura Familiar, Alexandre Lima, e Cleonice Andrade, da Cooperativa COAFAM, em reunião com a secretaria municipal de Infraestrutura Kátia Pinto

A Cooperativa da Agricultura Familiar (COAFAM) está instalando em Mossoró uma unidade de beneficiamento de frutas com capacidade para produzir 80 mil quilos de polpa por ano.

A unidade está com 95% concluída. Trata-se de um empreendimento financiado pelo Banco Mundial, através do Programa Governo Cidadão, resgatado pela gestão Fátima Bezerra no início de 2019.

A presidente da COAFAM, Cleonice Andrade, informa que a unidade tem 37 famílias associadas e que já produz uma média de 700 quilos por hora no município de Assu.

Com a nova unidade de beneficiamento de frutas, erguida em Mossoró com novos equipamentos, a COAFAM espera ampliar número de famílias beneficiadas, passando a atender todos o Oeste do RN.

O processo de conclusão das obras e instalação dos equipamentos foi informado por Cleonice Andrade ao secretário Estadual de Agricultura Familiar Alexandre Lima, em Natal.

Cleonice Andrade e Alexandre Lima estiveram em Mossoró nesta quinta-feira, dia 16, e aproveitaram para fazer uma visita a Secretaria de Infraestrutura, Kátia Pinto. Buscam a documentação final para o início das atividades.

Na reunião, a presidente da COAFAM destacou que “em Assu, trabalhamos com frutas típicas da região como cajarana, goiaba, acerola, maracujá, mangas entre outras, o mesmo que pretendemos trabalhar em Mossoró”.

A poupa produzida em  Assu é distribuída nas escolas de Mossoró, Vale do Açu e região salineira. A meta com a nova unidade e aumentar para 80 mil quilos por ano, ampliando consideravelmente o número de famílias beneficiadas.

O secretário Alexandre Lima ressalta que o principal mercado consumidor da polpa que será produzida pela COAFAM em Mossoró será as crianças das escolas estaduais e também municipais da região.

A secretária Kátia Pinto disse que a Prefeitura de Mossoró aguarda somente as adequações técnicas do projeto as normas do Código de Obras e Postura para liberar o Alvará de funcionamento da unidade.

Esta documentação, segundo Cleonice  Bezerra, deverá ser entregue a  Prefeitura até o dia 24.” É do nosso total interesse que essa unidade entre em funcionamento o mais breve possível”, diz a secretária Kátia Pinto.

Esta unidade foi projetada ainda no Governo Rosalba Ciarlini, através do Programa RN Sustentável, e não foi concluída. Também não foi concluída durante o governo Robinson Faria.

O investimento teria sido perdido se o Governo Fátima Bezerra não tivesse agido rápido, através da Secretaria de Gestão de Projetos e Articulação Institucional, junto ao Banco Mundial no Brasil no início de 2019.

O objetivo da nova unidade de beneficiamento é fomentar a atividade econômica familiar de diversas cadeias produtivas de frutas no Grande do Norte, em especial a agricultura familiar.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário