18 JUN 2019 | ATUALIZADO 16:02
MOSSORÓ

MEC avalia condições do Curso de Medicina da Ufersa em Mossoró

Nesta quarta-feira, dia 12, os técnicos do MEC vão visitar as instalações do Hospital Maternidade Almeida Castro, que está implantando curso de mestrado profissional em parceria com as faculdades de medicina da UERN e da UFERSA em Mossoró
12/06/2019 07:15
Atualizado
12/06/2019 07:39
A+   A-  
MEC avalia condições do Curso de Medicina da Ufersa em Mossoró
Imagem dos técnicos do MEC após reunião com reitor da UFERSA, técnicos da UERN, diretores do Hospital Maternidade Almeida Castro e o professor Ricardo Burg Ceccim, da UFRGS

O Ministério da Educação (MEC) enviou equipe de técnicos para fazer uma avaliação, durante esta semana, no Curso de Medicina da Universidade Federal Rural do Semi-árido, em Mossoró. O trabalho está em andamento.

Nesta terça-feira, à tarde, os profissionais do MEC estiveram com reitor da Ufersa, Arimateia Matos, técnicos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, a diretora Larizza Queiroz, do Hospital Maternidade Almeida Castro, e o professor Ricardo Burg Ceccim, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no Campus Central da UFERSA, em Mossoró.

Na reunião, os técnicos do MEC avaliaram a proposta de implantação do Curso de Mestrado Profissional Interdisciplinar em Saúde, Educação e Politicas da Vida no Semiárido. Este curso está está sendo implantado em Mossoró através de parceria envolvendo as faculdades de medicina da UERN, da UFERSA e o Hospital Maternidade Almeida Castro. 

A proposta é ofertar mestrado profissional aos servidores da saúde de toda a região Oeste do Rio Grande do Norte, através de parceria com as prefeituras Municipais e também da Secretaria de Saúde do Governo do Estado, proporcionando, assim, melhoras na prestação de serviços nos municípios, em especial na saúde preventiva.

Na manha desta quarta feira (12), os técnicos do MEC vão visitar as instalações do Hospital Maternidade Almeida Castro, que está sendo transformada em instituição de ensino através de parceria com as duas universidades e o professor Ricardo Burg Ceccim da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário