14 OUT 2019 | ATUALIZADO 12:12
MOSSORÓ

População reclama de altos valores cobrados no Parque da Criança

A estrutura foi reaberta na terça-feira (11) e será administrada pela Master Produções e Eventos, que ganhou a licitação promovida pela Prefeitura de Mossoró. O problema que o local deveria ser um espaço de lazer de fácil às famílias, mas está sendo cobrado um valor de R$ 5 por brinquedo. “Quando uma criança de classe baixa vai poder usufruir de todos os brinquedos?”, questionou o leitor Fábio Magalhães.
ANNA PAULA BRITO
13/06/2019 09:22
Atualizado
13/06/2019 16:16
A+   A-  
Imagem 1 -  População reclama de altos valores cobrados no Parque da Criança.  A estrutura foi reaberta na terça-feira (11) e será administrada pela Master Produções e Eventos, que ganhou a licitação promovida pela Prefeitura de Mossoró. A empresa está cobrando um valor de R$ 5 por brinquedo.
População reclama de altos valores cobrados no Parque da Criança. A estrutura foi reaberta na terça-feira (11) e será administrada pela Master Produções e Eventos, que ganhou a licitação promovida pela Prefeitura de Mossoró. A empresa está cobrando um valor de R$ 5 por brinquedo.
FOTO: CEZAR ALVES

O MOSSORÓ HOJE recebeu diversos pedidos de leitores para produzir uma matéria sobre os preços abusivos que estão sendo cobrados no Parque da Criança, localizado na Av. Rio Branco, em Mossoró.

Após anos desativada, a estrutura foi reaberta na terça-feira (11), após reforma que custou aos cofres públicos o valor de R$ 824 mil.

O problema é que o local que deveria ser um espaço de lazer para as famílias e de fácil acesso a toda a população, foi entregue para ser administrado por uma empresa privada e os valores cobrados para as crianças utilizarem os brinquedos estão causando revolta na população.

"Gostaria que o @mossorohoje fizesse uma matéria sobre os valores absurdos cobrados para uma criança brincar no Parque da Criança, que a Prefeitura abandonou por anos e depois gastou 824 mil numa "reforma" de pintura que durou uns dois anos e agora entregou para ser administrado por uma empresa privada. Veja a tabela de preços. É preciso esclarecer a população pois todo mundo acha que é só chegar lá pagar 2,00 e botar seu filho para usufruir de todos os brinquedos”, disse o leitor Fábio Magalhães.

A tabela citada acima detalha os valores cobrados para o acesso ao parque, que é de R$2,00 por criança, e os valores individuais de acesso a cada brinquedo, que variam de R$5,00 a R$10,00.

Outra opção é adquirir o passaporte no valor de R$ 25,00 por duas horas, acrescido de mais R$15,00 por hora excedente, que não inclui o acesso aos brinquedos eletrônicos.

O MOSSORÓ HOJE foi até a Praça da Criança, conferir as informação e verificou a veracidade delas.

“Esse valor de 2 reais que o povo acha insignificante é só para uma pessoa entrar. Por exemplo, um adulto acompanhar o filho. Para a criança brincar ela paga 5,00 por apenas 5 minutos em um único brinquedo escolhido. Quando uma criança de classe baixa vai poder usufruir de todos os brinquedos? Ali só quem vai ter acesso é rico, para alugar para fazer aniversário", concluiu Fábio.

Notas

João Carlos

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário