21 SET 2019 | ATUALIZADO 13:00
POLÍCIA

Tiroteio mortos e pisoteados antes do Show de Leo Magalhãos, em Luiz Gomes

A praça de eventos estava lotada aguardando o início do show quando começou a correria em função dos tiros; As primeiras informações são de duas mortes, um em estado brave e vários com escoriações: Veja fotos e nomes dos baleados
Com informações do Portal de Luiz Gomes RN
06/07/2019 01:15
Atualizado
06/07/2019 11:13
A+   A-  

A Praça Pública, no Centro da cidade de Luiz Gomes, distante 50 km de Pau dos Ferros, estava lotada aguardando o show do canto Leo Magalhães, quando, por volta das 23h40, foram ouvidos tiros e começou a correria. Fala-se em 2 mortos, 2 baleados, vários pisoteados e pessoas que desmaiaram na correria em função do tiroteio. Um suspeito foi preso.

A festa que estava sendo realizada na Praça Pública está dentro da programação oficial da XIV Feira de Negócios, Atividades Culturais e Turismo – FENACUT 2019, em alusão ao aniversário da cidade.  Este ano o município de Luiz Gomes está comemorando 129 anos de emancipação politica e administrativa.


Num primeiro momento, segundo relata as testemunhas, duas pessoa teria sido alvejadas numa residência perto da Igreja Matriz, provocando o pânico. Haviam crianças e idosos aguardando o show de Leo Magalhães.


A pessoa de Jaime Neto de Maurina não resistiu. O outro baleado de nome Franciélio Filho de Antônio também não teria resistido. Um terceiro baleado, de nome Aldivan, teria sido levado estado grave para o hospital. Uma senhora sofreu um tiro no braço e outro no joelho. Neste caso, eram balas "perdidas".

A Polícia Militar, sob o comando do capitão Júlio César, conseguiu localizar e prender um dos suspeitos, bem como a arma do crime. Inicialmente este suspeito disse que o nome dele era Clovis da Silva Santos.

Depois de algum tempo conversando com os policiais, o criminoso admitiu que seu mome é Erinaldo Gomes da Silva, de 37 anos, nascido em Campina Grande e residente em Sousa, na Paraíba.

No momento da prisão Erinaldo Gomes, que é conhecido no mundo do crime por Chapadão, tentou escapar da PM sendo necessário um tiro de contenção.

Logo após a prisão, o suspeito foi levado imediatamente para a Delegacia Regional de Pau dos Ferros, para os procedimentos de flagrante. Passou antes numa unidade de saúde para receber os cuidados médicos.

O próprio Júlio César tratou de anunciar o fim da festa (ficou para ser realizada em outra data), pedindo que os moradores se recolhessem a suas casas, para que os policiais possam realizar o trabalho deles. Os aparelhos de som foram todos desligados.  Os policiais deram continuidade o trabalho de patrulhamento e acompanhando as pessoas para suas casas.

Notas

Unicursos 2019

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário