14 OUT 2019 | ATUALIZADO 12:12
POLÍCIA

Polícia resgata empresários feitos reféns por assaltantes em Areia Branca

Amarildo e Adílio, da empresa Terra Dourada, foram sequestrados no final da tarde de segunda-feira (8), na Praia de Upanema, e só foram resgatados pela Polícia nesta terça-feira (9).
09/07/2019 18:48
Atualizado
09/07/2019 19:16
A+   A-  
Imagem 1 -  Polícia resgata empresários feitos reféns por assaltantes em Areia Branca.   Amarildo e Adílio, da empresa Terra Dourada, foram sequestrados no final da tarde de segunda-feira (8), na Praia de Upanema, e só foram resgatados pela Polícia nesta terça-feira (9).
Polícia resgata empresários feitos reféns por assaltantes em Areia Branca. Amarildo e Adílio, da empresa Terra Dourada, foram sequestrados no final da tarde de segunda-feira (8), na Praia de Upanema, e só foram resgatados pela Polícia nesta terça-feira (9).
FOTO: CEDIDA

Os empresários Amarildo e Adílio, da empresa Terra Dourada, em Natal, foram sequestrados no final da tarde desta segunda-feira (8), na praia de Upanema, em Areia Branca, e levados para o mato.

Após passar a noite em poder dos assaltantes, no final da manhã desta terça-feira (9), uma vítima foi deixada no mato e a outra levada ao Banco para sacar o dinheiro. Fizeram isto duas vezes.

Sacaram R$ 10 mil reais. Na terceira vez que os assaltantes iriam ao banco com uma das vítimas para sacar um valor maior, segundo o tenente PM Diomedes, a polícia se aproximou e os bandidos fugiram. 

A vítima e o carro, uma Amarok de cor prata dos empresários, foram deixados no local.

Livre dos assaltantes, a vítima procurou a PM e a Polícia Civil de Areia Branca, que saíram em diligência e resgataram a outra vítima que estava no mato. A Polícia continua em diligência procurando os assaltantes.

Os empresários narraram que foram atraídos para Areia Branca pelos assaltantes, que estavam se prontificando para fazer negócios no ramo de turismo. Na cidade, sequestraram os dois e os levaram para o mato.

O caso deve ser investigado pelo delegado Renato Oliveira. Num primeiro momento, o delegado declarou que eram pelo menos 4 assaltantes e espera, com ajuda da população, prende-los.

Notas

João Carlos

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário