21 SET 2019 | ATUALIZADO 13:00
VARIEDADES

Brasil ocupa terceiro lugar no mercado mundial de apostas online

Já são mais de 500 sites e operadoras de apostas esportivas de 70 países em operação no país, que movimentam cerca de R$ 2 bilhões anualmente.
29/07/2019 15:57
Atualizado
29/07/2019 16:01
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Em terceiro lugar no mercado mundial de apostas online, atrás apenas do Reino Unido e do Japão, o Brasil vem atraindo a atenção desse setor de grande potencial econômico.

Já são mais de 500 sites e operadoras de apostas esportivas de 70 países em operação no país, que movimentam cerca de R$ 2 bilhões anualmente.

Apesar de proibida em território brasileiro, a operação segue firme e forte pois apesar de não ser regulamentada não pode ser considerada ilegal pois não operam no país: os sites, como por exemplo o Sportingbet Brasil ficam hospedados em outros países.

Para receber os valores pagos pelos apostadores e também para pagar os prêmios, os sites de apostas abrem uma conta corrente no Brasil.

A prática não fere o regramento jurídico nacional a princípio, pois as operações funcionam no exterior - é como se o jogador estivesse usando seu cartão de crédito para apostar em Las Vegas e pagasse a fatura ao retornar ao Brasil.

Entretanto, nos casos dos jogadores que complementam sua renda mensal ao jogar poker ou apostar em futebol, por exemplo, e têm ganhos regulares com essas atividades ou vivem disso, inclusive movimentando dinheiro das apostas em suas contas pessoais em instituições bancárias brasileiras, precisam pagar imposto mensal e declarar a ação à Receita Federal.

Assim como os empregos tradicionais, as apostas também geram renda e podem ser a principal atividade profissional dos jogadores. Por isso, a importância de que o patrimônio do jogador seja levada em conta, já que ela deve ser compatível com os rendimentos declarados.

Afinal, apesar de não distinguir ganhos e perdas nos sites de apostas, a Receita Federal segue atenta aos números dos saldos bancários dos brasileiros. Assim, o valor de referência para pagamento do imposto mensal e o de renda anual deverá ser baseado nos extratos bancários de cada player.

Há exceções, como nos casos de quem movimenta seus rendimentos via carteiras eletrônicas, pois esse tipo de movimentação financeira ainda não é abrangida pelas tributações nacionais.

Além disso, no imposto de renda, sua declaração só se torna obrigatória quando os rendimentos são superiores a R$ 28.559,70. Quem fatura menos do que isso não precisa se preocupar em ser tributado.

O valor não corresponde somente aos fundos provenientes das apostas esportivas online, mas sim de todas as fontes de renda de cada pessoa, como salário fixo, aluguéis ou rendimentos referentes a serviços prestados.

Um dos sites mais seguros e completos nesse ramo é o Bet365 bônus de apostas. Vale a pena conhecer!

Fonte: https://www.terra.com.br/noticias/dino/imposto-sobre-apostas-esportivas-como-declarar-os-ganhos-no-imposto-de-renda,b57291ede6838bfb91ccfffe2a46d0da5shcsi89.html


Notas

Unicursos 2019

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário