17 OUT 2019 | ATUALIZADO 20:05
POLÍCIA

Jaçanã/RN: Menina de 6 anos morre por asfixia e os pais são presos

Prisão dos pais aconteceu após o delegado local receber o laudo confirmando que a criança foi morta por asfixia e havia sinais de espancamento; os pais negam ter matado a criança
Com informações do OP9
12/08/2019 06:52
Atualizado
12/08/2019 11:42
A+   A-  
Imagem 1 -  Comoção durante o velório da menina Daniele Avelino sábado, dia 10, em Jaçanã
Comoção durante o velório da menina Daniele Avelino sábado, dia 10, em Jaçanã
Foto: Kárisson Pontes/TV Ponta Negra e Arquivo Pessoal

A menina Daniele Avelino de Oliveira, de 6 anos, morreu neste final de semana (sexta) com sinais de violência, como sangramento e hematomas, na cidade de Jaçanã/RN.

Daniele foi encontrada  pela vizinha Francisca Pereira morta dentro da casa que morava com a mãe, o padastro e 4 irmãos. O corpo da criança foi levada para o hospital local.

A médica que estava de plantão acionou a Polícia Militar quando constatou a morte por asfixia e os sinais de espancamento no corpo da criança. O corpo da criança foi levado para exames no ITEP.

A mãe Alcilene Santos Avelino, de 35 anos, e o padrasto da menina, Paulino Lopes da Silva, de 34 anos, foram conduzidos presos pela Polícia Militar para a Delegacia de Santa Cruz.

Com base nas informações apuradas pela Policia Militar, o delegado Thiago Batista, de Santa Cruz, lavrou a prisão em flagrante e comunicou o fato ao Poder Judiciário.

O Poder Judiciário local, por sua vez, homologou a prisão em flagrante e decretou a prisão preventiva do casal. Na cidade de Jaçanã, a prisão dos pais divide opiniões.

Francisca Pereira, que levou a criança ao hospital e foi a primeira a chegar ao local, disse que acredita que Alcilene Santos não matou a filha. Não fez referência ao padrasto. 

Já outras pessoas que moram perto e até parentes, falaram a policia que sim. O delegado Thiago Batista continua a oitiva de testemunhas do caso nesta segunda-feira, dia 12.

Notas

Novo Eleitoral

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário