21 SET 2019 | ATUALIZADO 14:25
POLÍCIA

Polícia Civil prende dois envolvidos no roubo do carro forte em Bom Jesus

José Bonifácio Nascimento De Barros, natural de Cuiabá/MT, e Rômulo Silva Dos Santos, natural de Salvador/BA foram presos em uma operação conjunta entre a Polícia Civil RN e de Pernambuco, neste domingo (8). Eles estavam em uma pousada, na cidade de Recife/PE e com passagens compradas para outros estados.
09/09/2019 15:30
Atualizado
09/09/2019 15:32
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: DIVULGAÇÃO

Neste domingo (8) uma operação realizada pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte, em parceria com a Polícia Civil de Pernambuco, conseguiu prender dois envolvidos no roubo ao carro-forte, que aconteceu na sexta-feira (06/09/19), na Cidade de Bom Jesus/RN.

José Bonifácio Nascimento De Barros, natural de Cuiabá/MT, e Rômulo Silva Dos Santos, natural de Salvador/BA foram presos em uma pousada, na cidade de Recife/PE e com passagens compradas para outros estados.

A operação foi realizada pelos policiais da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado DEICOR/RN) e os policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Pernambuco (DRF).

ENTENDA O CASO

Após a ação criminosa que resultou no roubo de, aproximadamente, R$ 400.000,00, porque muito numerário foi incendiado, os bandidos saíram em fuga, momento em que se depararam com uma viatura da PM e efetuaram vários disparos de fuzil, atingindo um SGT da polícia militar.

A bala transfixou o colete e ficou alojada no lado esquerdo do tórax do PM. O policial foi socorrido para o Hospital de Santa Cruz e depois transferido para Natal. Ele continua em estado grave na UTI.

Veja mais:

Quadrilha explode carro forte e acerta tiro de fuzil em sargento


Após tomar conhecimento da ação criminosa, as equipes da DEICOR foram até o local e já deram início as buscas pelos suspeitos.

Neste domingo, dois suspeitos foram localizado. Os policiais do DEICOR fizeram contato com a DRF/PE e passaram os nomes e fotos dos suspeitos, já que todos os envolvidos já estão identificados e vinham sendo investigados há meses pela DEICOR.

Com os presos foram apreendidos mais de R$ 40.000,00, inclusive algumas notas queimadas, proveniente do roubo ao carro-forte.

Os dois serão autuados por lavagem de dinheiro, uso de documento falso, associação criminosa, dentre outros crimes.

As investigações continuam com o objetivo de prender todos os integrantes dessa violenta organização criminosa para que tenham uma resposta à altura de suas ações delituosas contra a sociedade e contra operadores de segurança pública.


Notas

Unicursos 2019

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário