22 FEV 2020 | ATUALIZADO 22:16
ESTADO

Empresa portuguesa vai investir mais de R$ 1 bilhão em instalação de parque eólico no RN

As licenças para a instalação de uma nova linha de transmissão de energia eólica do estado foram entregues nesta quinta-feira (13), pela Governadora Fátima Bezerra, à empresa EDP Renováveis. A linha de transmissão de energia terá pouco mais de 50 km, cruzando as cidades de Santa Cruz, Sítio Novo, Barcelona e São Tomé.
14/02/2020 09:31
Atualizado
14/02/2020 09:31
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: DEMIS ROUSSOS

O Governo do Estado entregou nesta quinta-feira (13) para a empresa EDP Renováveis as licenças para a instalação de uma nova linha de transmissão de energia eólica no Rio Grande do Norte.

O pacote de licenças para o projeto Santa Rosa e Mundo Novo que foi liberado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) integra um investimento, que supera o R$ 1 bilhão, que a empresa de origem portuguesa fará no estado para a instalação de parques eólicos até 2022.

Os documentos foram entregues pela governadora Fátima Bezerra nas mãos do diretor-presidente da EDP Renováveis, Felipe Domingos, durante reunião na Governadoria.

A linha de transmissão de energia terá pouco mais de 50 km, cruzando as cidades de Santa Cruz, Sítio Novo, Barcelona e São Tomé.

Na próxima semana, segundo o diretor técnico do Idema Wyllys Farkatt, será entregue mais um pacote de licenças, desta vez relacionado ao projeto Aventura.

A empresa, que já conta com oito parques eólicos em operação em solo potiguar, está investindo para construir mais 20 parques, com um potencial de gerar 940 MW (megawatts).

“Sabemos a importância da EDP Renováveis para o nosso estado e por isso temos um olhar firme para as questões necessárias para garantir os investimentos. Trabalhando com transparências, dentro dos limites que o Estado tem, vamos manter o esforço para agilizar o que for possível. A soma que fazemos é o que for bom para o povo potiguar e bom para os empresários”, afirmou a governadora.

A estimativa da empresa é que os investimentos que envolvem novos parques eólicos e linhas de transmissão gerem mais de 2500 empregos diretos durante a fase de instalação.

“Nosso planejamento é de que pelo menos 20% destes empregos sejam ocupados por pessoas que vivam no entorno dos empreendimentos. Este é o estado que mais investimos no Brasil e somos a maior investidora atualmente em operação no RN. No momento estamos analisando novos projetos que podem incluir mais 850 MW no potencial de geração eólica que temos aqui”, completou Felipe Domingos, que esteve acompanhado do head de desenvolvimento de projetos Marcos Alves e o gerente financeiro Justo Vale.

Durante a reunião, os representantes da EDP Renováveis e a equipe do Governo ainda discutiram questões relacionadas à estradas, tributação e segurança.

Os secretários Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico) e Gustavo Coelho (Infraestrutura), além do senador Jean-Paul Prates e o coordenador de desenvolvimento energético Hugo Fonseca, relataram as ações em curso para atender as demandas apresentadas.

“O Governo já está trabalhando em todas as questões que a EDP trouxe para nós hoje. Queremos deixar os investidores tranquilos quanto a isso e vamos incluir a empresa nos debates e propor parcerias”, destacou Jaime Calado.

Após a apresentação dos projetos sociais da empresa como o EDP Rural, que trata da agricultura familiar sustentável, e o EDP nas Escolas, a governadora ressaltou a necessidade da aproximação com o Governo para a ampliação do impacto das ações.

“Temos toda a disposição em ajudar no desenvolvimento, estreitando o convívio e colaborando cada vez mais. O Governo está pronto para apresentar dados, dar encaminhamentos e trabalhar em conjunto,”, concluiu a chefe do Executivo potiguar.


Notas

Agradecimento TOP

Publicidades

Bolsas 100% MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário