03 AGO 2020 | ATUALIZADO 18:30
MOSSORÓ
Do Blog de Bruno Barreto
12/03/2020 08:50
Atualizado
12/03/2020 18:04

Prefeita Rosalba parcela parte do que deve a Previ em 60 meses

A+   A-  
O valor parcelado para pagar com o FPM é de aproximadamente R$ 30 milhões, menos de 30% do valor total devido pelo Poder Executivo ao Previ Mossoró
Imagem 1 -  Rosalba Ciarlini não estava repassando a Previ o valor patronal e nem os valores descontados dos servidores, ampliando a dívida para mais de R$ 110 milhões
Rosalba Ciarlini não estava repassando a Previ o valor patronal e nem os valores descontados dos servidores, ampliando a dívida para mais de R$ 110 milhões
FOTO: Potiguar Notícias

Prefeita faz novo parcelamento do Previd

A Prefeita Rosalba Ciarlini (PP) assinou novo parcelamento das obrigações patronais com a previdência municipal. Desta vez serão 60 prestações para pagar uma dívida de R$ 30 milhões referente a 17 meses atrasados.

O novo parcelamento foi assinado no dia 28 de fevereiro, mas não foi dada publicidade aos munícipes.

O presidente do Previ Elviro Rebouças informou que o conselho foi comunicado com antecedência. “O Conselho tinha ciência absoluta de que esse parcelamento seria feito”, explicou. 

Desta vez a prefeita deu como garantia o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) com autorização do Banco do Brasil e da Secretaria da Previdência do Ministério da Economia. “Não estando em dia o parcelamento, o Banco do Brasil está autorizado a descontar o FPM para a Previ”, garante Elviro. 

É preciso lembrar que em outras negociações a atual gestão deu o FPM como garantia e não cumpriu o acordo. 

O acordo não precisou passar pela Câmara Municipal nem de chancela do Conselho de Previdência que reúne representantes dos servidores do executivo e do legislativo. “É uma lei da previdência social e não precisava passar pela Câmara. Independe do legislativo”, argumenta. 

Elviro Rebouça informa ainda que os repasses descontados dos contracheques dos servidores atualmente se encontram em dia e o atraso é somente das obrigações patronais.

“A Prefeitura de Mossoró está em dia com a contribuição dos funcionários e havia um débito do patronal de agosto a dezembro de 2018 e todo o ano de 2019”, acrescentou. 

Esse é o terceiro parcelamento celebrado na gestão de Rosalba Ciarlini.

Nota do MH - O débito total da Prefeitura de Mossoró com a Previ é de R$ 132.129.331,74. Deste valor, a prefeita conseguiu pagar R$17.437.748,54. Restando o valor de R$ 114.691.583,2 , que foram parcelados até 2033. O último parcelamento foi o relatado na matéria de Bruno Barreto, um no valor de R$ 9.812.347, 50 e outro no valor de R$ 23.257.135,25, ou seja os dois juntos são: R$ 33.069.482,75. Para pagar este rombo milionário, a prefeita Rosalba Ciarlini comprometeu o FPM.

Notas

Convite Missa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário