28 MAR 2020 | ATUALIZADO 11:35
MOSSORÓ
24/03/2020 12:23
Atualizado
24/03/2020 15:13

Coronavirus: Fátima determina contratação do Hospital São Luiz

A+   A-  
Unidade tem 60 leitos prontos, sendo que pelo menos 23 já com respiradores, que vão receber a demanda local de pacientes com coronavirus em estado grave; A meta de imediato é retirar todos os pacientes com sintomas de coronavirus do Hospital Regional Tarcísio Maia, organizando assim o fluxo para evitar contaminação hospitalar
Imagem 1 -  Com a contratação, Herbenia Ferreira, diretora do HRTM, disse que vai transferir, de imediato, todos os pacientes que estão com suspeitas de coronavírus no hospital. "Não podemos atender a todas as outras ocorrências (traumas e etc) e ainda funcionar como referência para atendimentos de infectologia. Seria uma tragédia", diz.
Com a contratação, Herbenia Ferreira, diretora do HRTM, disse que vai transferir, de imediato, todos os pacientes que estão com suspeitas de coronavírus no hospital. "Não podemos atender a todas as outras ocorrências (traumas e etc) e ainda funcionar como referência para atendimentos de infectologia. Seria uma tragédia", diz.

A governadora Fátima Bezerra, em contato com a direção do Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia e com a direção da II Regional de Saúde, informou que determinou a contratação imediata de toda a estrutura do Hospital São Luiz, para atender os pacientes com sintomas do coronavirus, em Mossoró-RN.

A diretora geral do Hospital Regional Tarcísio Maia,Herbênia Ferreira, junto com médicos, advogados e engenheiros já se encontram no Hospital São Luiz para avaliar as estrutura. "É uma ótima estrutura. Nova. É bem equipado. São mais de 60 leitos, sendo que aqui já tem 23 respiradores prontos para serem colocados em funcionamento", destaca.

Com a contratação, Herbenia Ferreira disse que vai transferir, de imediato, todos os pacientes que estão com suspeitas de coronavirus no HRTM. "Não podemos atender a todas as outras ocorrências (traumas e etc) e ainda funcionar como referência para atendimentos de infectologia. Seria uma tragédia", diz Herbenia Ferreira.

A diretora da II Regional de Saúde, Emiliana Bezerra, disse que outra determinação da governadora Fátima Bezerra foi contratar um espaço adequado (pode ser um hotel) para os profissionais de saúde ficarem alojados e assim não ter que retornarem a suas casas e contaminarem seus familiares, do mesmo jeito que aconteceu em Natal.

Na capital, a governadora requisitou o Hospital Papi e contratou o Hotel Barreira Roxa, para os profissionais que vão atuar na campanha contra o coronavirus. Em Mossoró, já se pensou em vários hotés. A diretora da II Ursap, Emiliana Bezerra deve conversar ainda nesta terça-feira, 24, com os proprietários dos hoteis.


RN recebe 200 novos testes para diagnóstico do coronavirus

O Rio Grande do Norte recebeu, na segunda-feira, 23, mais de 200 novos testes para diagnóstico do coronavírus enviados pelo Ministério da Saúde ao Laboratório Central do RN (Lacen). Os testes continuarão a ser enviados regularmente.

Desde a última sexta-feira (20), o laboratório está realizando o processamento das amostras para o novo coronavírus. Importante ressaltar que os testes são realizados de acordo com os critérios clínicos e epidemiológicos já estabelecidos pela Secretaria de Estado de Saúde Pública e após os resultados para Influenza e outros vírus respiratórios, também processados pelo Lacen, terem dado negativo.


Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário