16 OUT 2021 | ATUALIZADO 18:15
MOSSORÓ
DA REDAÇÃO
13/05/2020 11:30
Atualizado
13/05/2020 11:30

Terceirizados da educação de Mossoró estão sem receber salários há 2 meses

A+   A-  
Mais de 200 funcionários da empresa Athos, que prestam serviço terceirizado à Secretaria de Educação do município de Mossoró estão com seus salários em atraso referentes a alguns dias de fevereiro, além dos meses de março e abril.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Em meio a pandemia do coronavírus, trabalhadores que prestam serviço terceirizado à prefeitura de Mossoró ainda sofrem com a falta de dinheiro, devido aos salários que não estão sendo quitados.

O MOSSORÓ HOJE conversou com uma fonte, que prefere não ser identificada por medo de represália, que informou que são mais de 200 prestadores de serviço à Secretaria de Educação do município com salários em atraso.

Os trabalhadores são terceirizados por meio da empresa Athos. De acordo com a denúncia, eles desde o final de fevereiro.

“Em 2020 foi pago janeiro sem aumento, fevereiro 22 dias. Somente. Deve o restante de fevereiro, março e abril. E hoje já são 13 de maio e ninguém se pronuncia”, disse.

Eles explicam que já tentaram resolver o problema por diversos meios, mas que, até o momento, não obtiveram respostas.

“A gente tinha que procurar alguém que pudesse resolver nosso problema, então quem pode resolver nosso problema? Primeiramente a empresa para qual a gente trabalha, a Athos. Aí a gente liga, quando eles atendem o telefone, dizem que não tem previsão. Se a gente vai lá, ele não atendem, recebem a gente pelo interfone. A segunda pessoa que poderia resolver nosso problema, a Secretária de Educação enviou uma nota para o diretor dizendo que não se responsabilizaria pelo nosso pagamento e a terceira pessoa seria a Prefeita Rosalba Ciarlini, mas quando a gente envia mensagem pra ela nas redes sociais, ele nos bloqueiam”.

Os terceirizados contam que estão sem dinheiro nem para comer ou comprar medicamentos e que se sentem abandonados.

“Nós terceirizados da educação, além de viver com o vírus do covid-19, convivemos com o VÍRUS do abandono. Trabalhadores terceirizados também comem, têm contas a pagar e precisam de remédios. Pense nisso prefeita!”.

O MOSSORÓ HOJE entrou em contato com a Secretaria de Educação de Mossoró. Por meio da assessoria, fomos informados que a papelada para pagamento dos trabalhadores está sendo agilizada e que devem começar a ser realizado ainda nesta semana.

“O pagamento deve iniciar essa semana ainda. Se houver algum imprevisto, o mais tardar até começo da próxima semana. Mas os trâmites estão sendo concluídos para iniciar esse pagamento, se tudo der certo ainda esta semana”, disse a assessoria.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário