12 AGO 2020 | ATUALIZADO 22:24
ECONOMIA
17/07/2020 08:57
Atualizado
17/07/2020 09:00

AGN lança linha de crédito para academias se adequarem contra a Covid-19

A+   A-  
O crédito vale para todos os estabelecimentos de atividades físicas. A medida visa ajudá-los a se adequarem às normas de bio prevenção contra a Covid-19, para garantir a segurança de colaboradores e alunos. Esta é uma das medidas estabelecidas pelo Governo para reabertura; veja as condições
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte disponibilizará uma linha de crédito em condições em especiais para academias, boxes de crossfit, estúdios de pilates e outros estabelecimentos destinados à prática de exercício físico.

O crédito visa ajudar esses estabelecimentos a se adequarem às normas de bio prevenção contra a Covid-19, para garantir a segurança de colaboradores e alunos. Esta é uma das medidas estabelecidas pelo Governo para reabertura.

A linha AGN Reinicie, anunciada na semana passada para atender escolas privadas do RN, foi estendida e atenderá estabelecimentos destinados à prática de exercício físico.

A ação é fruto da parceria entre a AGN-RN e o Sebrae no Rio Grande do Norte e integram o programa Reinicie que tem promovido orientação a diversos setores da economia sobre o retorno das atividades, com medidas de segurança em relação ao novo coronavírus (Covid-19).

A linha será operacionalizada pela Agência de Fomento a partir de repasses de recursos do BNB.

Os financiamentos terão o limite de R$ 50 mil e juros de 2,7 % ao ano, pós-fixados, conforme variação do IPCA.

O prazo para pagamento é de 24 meses com uma carência que pode chegar até 12 meses. Durante o período de carência, serão cobrados os juros mensais do financiamento. A concessão do crédito está sujeita a análise de crédito da empresa.

Para obter o financiamento, a empresa poderá oferecer como garantia através de avalista ou mesmo garantia real – imóvel, por exemplo.

Nos dois casos, será possível solicitar o enquadramento no FAMPE - Fundo de Aval Complementar do SEBRAE e que garante até 80% da garantia necessária ao financiamento.

Empresas limitadas podem ter os sócios como avalistas. No caso de empresas individuais, o avalista será um terceiro com renda comprovada.

A linha permitirá que os estabelecimentos promovam adequações no layout e possam adquirir equipamentos de proteção individual e coletiva, além de outros itens necessários à retomada das atividades.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário