24 SET 2020 | ATUALIZADO 18:36
ESTADO
11/08/2020 15:36
Atualizado
11/08/2020 16:19

“A educação é um direito social”, diz Fátima em evento do Dia do Estudante

A+   A-  
Durante o evento virtual, realizado nesta terça-feira (11), a governadora do RN falou que, apesar desse momento de pandemia, o governo trabalha para que os alunos do Estado tenham este direito. A gestora lembrou que há 40 unidades educacionais passando por obras de reformas e adequações, em todas as regiões do RN.
Imagem 1 -  “A educação é um direito social”, diz Fátima em evento do Dia do Estudante. Durante o evento virtual, realizado nesta terça-feira (11), a governadora do RN falou que, apesar desse momento de pandemia, o governo trabalha para que os alunos do Estado tenham este direito. A gestora lembrou que há 40 unidades educacionais passando por obras de reformas e adequações, em todas as regiões do RN.
“A educação é um direito social”, diz Fátima em evento do Dia do Estudante. Durante o evento virtual, realizado nesta terça-feira (11), a governadora do RN falou que, apesar desse momento de pandemia, o governo trabalha para que os alunos do Estado tenham este direito. A gestora lembrou que há 40 unidades educacionais passando por obras de reformas e adequações, em todas as regiões do RN.
FOTO: REPRODUÇÃO

Para celebrar o Dia do Estudante, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), preparou uma programação especial com o tema ‘Um dia na escola: saberes, cultura, esporte, lazer e afetos’.

O evento virtual é voltado aos alunos da rede estadual de ensino durante e tem transmissão ao vivo pelo canal oficial da Seec no YouTube durante todo o dia desta terça-feira (11).

A governadora professora Fátima Bezerra abriu a solenidade destacando o papel e a importância da educação para o futuro dos adolescentes potiguares.

“Estamos vivendo tempos difíceis de isolamento e distanciamento social. Contudo, a educação é um direito social e, apesar desse momento de pandemia, estamos trabalhando para que os nossos alunos tenham este direito garantido. A educação está se adaptando às restrições deste momento que exige muita criatividade e gestão. Este é o nosso desafio”, afirmou.

A SEEC adotou atividades não presenciais, solução mais viável no atual contexto. “Sabemos que os estudantes são uma das categorias mais prejudicadas com a pandemia, pois uma parcela expressiva não tem computador ou as ferramentas necessárias para se comunicar. Por isso é necessário elaborar planos para a volta às aulas que combatam essa desigualdade. Vamos debater com os secretários municipais de educação e com o Comitê Científico esses caminhos”, sinalizou a governadora.

A gestora lembrou, ainda, diversas ações em curso em prol do setor. Há 40 unidades educacionais passando por obras de reformas e adequações, em todas as regiões do RN, por exemplo.

O secretário de Educação Getúlio Marques falou sobre a importância de manter os laços entre alunos, professor e gestores, mesmo em casa.

“Nosso compromisso é com o aluno, proporcionar um ensino eficiente e de qualidade. Também estamos pensando nos professores e servidores da educação para que as políticas públicas cheguem a todos”.

Em sua participação, o deputado Francisco Medeiros lembrou que a classe estudantil tem tradição de luta no RN, o que foi corroborado pela presidente da Associação Potiguar dos Estudantes Secundaristas (APES), Lauanda Pedrita.

“Continuamos lutando por uma educação de qualidade. Que tenhamos esperança, que o sentimento de estar nas salas de aulas e nos formar nas universidades não morra em nossos corações.”

A importância de aprovação do Novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), pauta prioritária na agenda da governadora Fátima Bezerra, foi abordado pela deputada Isolda Dantas.

“Sempre estudei em escola pública e participei dos movimentos estudantis lutando pela educação de qualidade. O Fundeb é primordial para nossa educação, vamos seguir na luta por uma educação inclusiva para todos e todas”.


Notas

AME

Outras Notícias

Deixe seu comentário