30 OUT 2020 | ATUALIZADO 08:15
MOSSORÓ
CEZAR ALVES
24/09/2020 16:54
Atualizado
24/09/2020 16:54

Estado e Município projetam reduzir leitos de UTI covid-19 em outubro

A+   A-  
Reunião neste sentido foi realizada nesta quarta-feira (23) com a participação da Prefeitura de Mossoró, Governo do estado, Ministério Público Estadual e a APAMIM, que administra o Hospital São Luiz, em Mossoró
Imagem 1 -
FOTO: ARQUIVO

A Secretaria Estadual de Saúde, Ministério Público Estadual, Apamim e a Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró, iniciaram um diálogo no sentido de fechar dez leitos de UTI covid-19 no Hospital São Luiz, em Mossoró. No início, chegou-se a se comentar em fechar 20, porém o número de infectados voltou a crescer na região oeste do RN.

A iniciativa de reduzir o número de leitos de UTI covid-19 em Mossoró partiu do Governo do Estado, considerando que os leitos estão ociosos e existe um custo alto de manutenção. Para reduzir, é preciso que o caso seja tratado com o Ministério Público Estadual.

O promotor de Justiça Rodrigo Pessoa, que é um dos promotores de Justiça que deram origem ao Termo de Ajustamento de Conduta que resultou na abertura do Hospital São Luiz pela equipe de intervenção judicial da APAMIM, comandou a reunião.

Após as explicações da Secretária Adjunta Maura Vanessa Silva Sobreira, a coordenadora geral da Intervenção Judicial na APAMIM, Larizza Queiroz, disse que a equipe de intervenção estava a disposição para que o Governo do Estado decidisse junto com a Prefeitura de Mossoró.

Concordou que poderia reduzir de 40 para 30 leitos de UTI covid-19 no Hospital São Luiz. Lembrou que o contrato de manutenção desta unidade vai até dezembro e que passando desta data terá que haver um novo contrato de manutenção.

Diante do quadro, o promotor Rodrigo Pessoa sugeriu que a Prefeitura de Mossoró, na reunião representada pela Secretaria Saudade Azevedo, e o Governo do Estado, fosse projetando como trabalhar a conclusão deste contrato no Hospital São Luiz.

Tanto o Governo do Estado como a Prefeitura de Mossoró ressaltaram a importância da parceria com a Apamim para o funcionamento da Maternidade Almeida Castro e também elogiaram a gestão do Hospital São Luiz. Rodrigo Pessoa concordou.

Ao final da reunião, ficou acordado entre as partes que no início de outubro será reduzido de 40 para 30 o número de UTI covid-19 no Hospital São Luiz.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário