29 OUT 2020 | ATUALIZADO 08:35
SAÚDE
14/10/2020 08:01
Atualizado
14/10/2020 09:56

Itaú registra três óbitos por covid-19 num intervalo de apenas 24 horas

A+   A-  
Até então, o município de Itaú, que havia ficado conhecido no início da Pandemia por ter sido a primeira a ter lockdow decretada, não havia registrado nenhum óbito. Durante este final de semana, três pacientes que estavam internadas, uma de 53 anos, outra de 72 e uma de 90 anos não resistiram.
Imagem 1 -  Itaú registra três óbitos por covid-19 num intervalo de apenas 24 horas. Até então, o município de Itaú, que havia ficado conhecido no início da Pandemia por ter sido a primeira a ter lockdow decretada, não havia registrado nenhum óbito. Durante este final de semana, três pacientes que estavam internadas, uma de 53 anos, outra de 72 e uma de 90 anos não resistiram.
Itaú registra três óbitos por covid-19 num intervalo de apenas 24 horas. Até então, o município de Itaú, que havia ficado conhecido no início da Pandemia por ter sido a primeira a ter lockdow decretada, não havia registrado nenhum óbito. Durante este final de semana, três pacientes que estavam internadas, uma de 53 anos, outra de 72 e uma de 90 anos não resistiram.
FOTO DO BLOG DE SIDNEY SILVA

Num intervalo de apenas 24 horas neste final de semana, morreram três pessoas de covid19 no município de Itaú, que ficou conhecido no início da pandemia pelos atos fortes do prefeito Ciro Bezerra (primeiro a decretar lockdow no Estado) para proteger a população.

“Nós tínhamos três pessoas hospitalizadas, uma com 53 anos, outra com 72 anos e uma com 90 anos e infelizmente não resistiram”, lamenta o prefeito Ciro Bezerra. Até então, o município de Itaú não havia registrado nenhum óbito por covid19. 

A população não só de Itaú, mas de todas as cidades da região oeste do Rio Grande do Norte, relaxaram os cuidados com a pandemia com o início da campanha. Realizaram motocarreatas e promoveram aglomerações em locais fechados.

O número de internações continua abaixo de 40%, segundo aponta relatórios da Secretaria Estadual de Saúde. Em Mossoró, o Hospital de Campanha São Luiz está com uma média de 10 a 12 pacientes internados por dia na UTI e os médicos pedem cautela a população.

Apesar os anúncios de vacinas em vários países, ainda não se sabe o suficiente no Brasil como se prevenir contra o novo coronavirus, que gera uma série de doenças que pode levar a morte uma parcela da população. No caso de Itaú, o prefeito diz que a população precisa se precaver.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário