30 NOV 2020 | ATUALIZADO 07:33
ESTADO
29/10/2020 18:41
Atualizado
29/10/2020 18:42

Vigilância Sanitária orienta sobre protocolos na visitação aos cemitérios

A+   A-  
Entre as recomendações de prevenção a Covid-19 durante o dia de finados, celebrado na próxima segunda-feira, 2 de novembro, estão as medidas básicas e já conhecidas da população, como distanciamento e uso de máscara, além de cuidados com o uso do álcool à 70% para higienização das mãos, devido a presença das velas nas sepulturas; Veja as outras recomendações.
Imagem 1 -  Vigilância Sanitária orienta sobre protocolos na visitação aos cemitérios. Entre as recomendações de prevenção a Covid-19 durante o dia de finados, celebrado na próxima segunda-feira, 2 de novembro, estão as medidas básicas e já conhecidas da população, como distanciamento e uso de máscara, além de cuidados com o uso do álcool à 70% para higienização das mãos, devido a presença das velas nas sepulturas; Veja as outras recomendações.
Vigilância Sanitária orienta sobre protocolos na visitação aos cemitérios. Entre as recomendações de prevenção a Covid-19 durante o dia de finados, celebrado na próxima segunda-feira, 2 de novembro, estão as medidas básicas e já conhecidas da população, como distanciamento e uso de máscara, além de cuidados com o uso do álcool à 70% para higienização das mãos, devido a presença das velas nas sepulturas; Veja as outras recomendações.
FOTO: REPRODUÇÃO

A Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária (Suvisa) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) lançou uma Nota Informativa com recomendações aos gestores, trabalhadores e população em geral, sobre práticas adequadas ao enfrentamento da disseminação da Covid-19, na visitação aos cemitérios, durante o Dia de Finados, celebrado na próxima segunda-feira, 2 de novembro.

“O nosso intuito é esclarecer as pessoas para se adequarem aos protocolos sanitários corretos neste dia tão importante para eles ao homenagear os seus mortos, mas garantir ao mesmo tempo a preservação da sua saúde e dos demais”, disse Leila Mattos, subcoordenadora da Suvisa.

Entre as medidas básicas e já conhecidas da população estão o distanciamento social de no mínimo 1,5m, uso do álcool gel à 70% e da máscara, além de evitar tocar olhos, nariz e boca no momento da visita.

Pessoas com febre, tosse, congestão nasal, coriza, dor de garganta, fadiga, cansaço, diarreia e dificuldade de respirar devem evitar ir aos cemitérios ou celebrações religiosas, assim como as pessoas do grupo de risco.

A orientação é para que as visitas aos cemitérios possam ser realizadas durante todo o final de semana e não apenas no dia 02, a fim de evitar aglomeração.

Ao levar flores e velas para depositar nos túmulos, evitar compartilhar esses artigos com outras pessoas, de modo a prevenir a transmissão cruzada da Covid-19, ou seja, da superfície dos objetos para as mãos das pessoas e vice-versa.

A fim de se evitar acidentes/queimaduras, recomenda-se o extremo cuidado com a utilização de álcool à 70% para higienização das mãos, devido a presença das velas nas sepulturas.

A Vigilância Sanitária orienta ainda que os cemitérios separarem o acesso de entrada e de saída, se possível, usando portas diferentes, a fim de possibilitar o distanciamento social.

Também é importante fixar informações, na entrada do cemitério, orientando os visitantes para que não permaneçam no local por período superior a 30 minutos, no intuito de diminuir o tempo de exposição e evitar aglomerações.

Quando possível, os municípios deverão realizar credenciamento prévio, controle sanitário dos ambulantes e dar orientações específicas de prevenção à Covid-19 e também demarcar pontos para os ambulantes, obedecendo o distanciamento mínimo de 1,5m.

Após a permanência no cemitério deve-se:

- Retirar o calçado ao adentrar à residência e higienizá-lo com produto recomendado pela ANVISA;

- Fazer a troca imediata de toda a roupa utilizada, encaminhando-a para a lavagem; - Higienizar com álcool a 70% ou produtos desinfetantes certificados pela ANVISA, que possam ser usados em substituição do álcool a 70%, na concentração e tempo recomendado pelo fabricante os objetivos levados para o local, como chaves, carteiras e celular.

Confira aqui a Nota Informativa.



Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário