26 JAN 2021 | ATUALIZADO 19:38
MOSSORÓ
CEZAR ALVES
14/01/2021 09:15
Atualizado
14/01/2021 09:15

TCE decide investigar calamidade deixada por Rosalba em Mossoró

A+   A-  
A portaria 01/2021 foi publicada no Diário Oficial, com a decisão do Ministério Público de Contas, assinada pela procuradora Luciana Ribeiro Campos. Com a decisão, fica instaurado um procedimento investigatório para apurar como a ex-prefeita levou o município de Mossoró ao nível de calamidade financeira e administrativa.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

O Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte reconheceu o estado de calamidade financeira e administrativa deixado pela gestão Rosalba Ciarlini, no município de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

A portaria 01/2021 foi publicada no Diário Oficial, com a decisão do Ministério Público de Contas, assinada pela procuradora Luciana Ribeiro Campos.

Com a decisão, fica instaurado um procedimento investigatório para apurar como a ex-prefeita levou o município de Mossoró ao nível de calamidade financeira e administrativa.

Entre os termos, o atual gestor, Allyson Bezerra, através de sua equipe legal, informou que a ex-prefeita não repassou a documentação solicitada durante a transição.

No início da gestão, os novos secretários estão encontrando dívidas de dezenas de milhões e problemas graves em praticamente todos os serviços da administração municipal.


Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário