04 MAR 2021 | ATUALIZADO 08:44
ESTADO
15/01/2021 18:25
Atualizado
15/01/2021 18:25

Comércio varejista do RN apresenta redução de 0,6% nas vendas em novembro

A+   A-  
Na região Nordeste, apenas Rio Grande do Norte e Paraíba (- 3,5%) tiveram resultados negativos no mês. Esses são alguns dos resultados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), de novembro, do IBGE. No total das unidades da federação, 14 cresceram e 13 retraíram-se. A média do volume de vendas no Brasil (- 0,1%) ficou praticamente estável.
Imagem 1 -
FOTO: ANNA PAULA BRITO

O volume de vendas do comércio varejista potiguar teve uma redução de 0,6%, em novembro de 2020, na comparação com outubro. Na região Nordeste, apenas Rio Grande do Norte e Paraíba (- 3,5%) tiveram resultados negativos no mês.

Esses são alguns dos resultados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), de novembro, do IBGE. No total das unidades da federação, 14 cresceram e 13 retraíram-se. A média do volume de vendas no Brasil (- 0,1%) ficou praticamente estável.

No acumulado de 12 meses, o varejo do Rio Grande do Norte registra uma redução de 3,6%, a quarta maior do Brasil. Outras oito unidades da federação variaram negativamente nessa comparação.

VAREJO AMPLIADO

O varejo ampliado também teve uma redução de 0,6% no Rio Grande do Norte em novembro. Outros nove estados tiveram resultados negativos: Tocantins (-5,7%) teve a maior queda, enquanto o Paraná (- 0,1%), a mais leve diminuição. A média do Brasil (0,6%) foi positiva.

O varejo ampliado compreende o varejo acrescido das atividades de “veículos, motos, partes e peças” e “material de construção”.

SERVIÇOS: RN ACUMULA SEGUNDA MAIOR PERDA DO BRASIL DE JANEIRO A NOVEMBRO

Os resultados positivos nos serviços, desde agosto de 2020, não impediram que o Rio Grande do Norte acumulasse queda de 16% no volume de serviços, entre janeiro e novembro de 2020, na comparação com o mesmo período em 2019. O dado faz parte da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE.

Ao lado da Bahia (-16%), o estado potiguar teve a segunda maior redução no volume de serviços entre as unidades da federação no período. A perda acumulada na média do Brasil (- 8,3%) é menor. Todas as unidades da federação apresentaram resultado negativo nessa

comparação.

NOVEMBRO X OUTUBRO

O Rio Grande do Norte cresceu 2,5% no volume de serviços em novembro de 2020 na comparação com o mês anterior. O percentual é semelhante à média do Brasil (2,6%). O crescimento potiguar é o nono maior entre as 19 unidades da federação com variação positiva no mês.


Notas

Posto JP Fevereiro de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário