26 SET 2021 | ATUALIZADO 13:50
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
22/07/2021 10:25
Atualizado
22/07/2021 10:26

Instagram de empresário mossoroense é hackeado e usado para aplicar golpes

A+   A-  
David Alison Alencar de Almeida, dono da David Cell, perdeu o acesso à conta da empresa no dia 27 de junho, desde então vem lutando para resgatar o perfil, que está sendo utilizado por estelionatários para aplicar golpes nos clientes da loja. O empresário registrou um BO no mesmo dia em que o crime aconteceu, também já conseguiu na justiça uma liminar obrigando o Instagram a devolver o perfil, mas ainda não obteve sucesso. Ele afirma que cerca de 50 clientes já caíram no golpe, com um prejuízo estimado em R$ 100 mil.
Imagem 1 -  No mesmo dia em que perdeu o acesso a sua conta, o empresário registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, bem como entrou com um processo para reaver o perfil. Obteve uma liminar obrigando o Instagram a devolver a conta em cinco dias após a notificação, sob pena de multa de R$ 500 por dia de desobediência. No entanto, a plataforma ainda não foi notificada, mantendo os transtornos na empresa de David.
No mesmo dia em que perdeu o acesso a sua conta, o empresário registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, bem como entrou com um processo para reaver o perfil. Obteve uma liminar obrigando o Instagram a devolver a conta em cinco dias após a notificação, sob pena de multa de R$ 500 por dia de desobediência. No entanto, a plataforma ainda não foi notificada, mantendo os transtornos na empresa de David.
FOTO: ANNA PAULA BRITO

Está cada vez mais comum o surgimento de golpes nas redes sociais. Criminosos hackeiam perfis de empresas e utilizam as contas para roubar clientes que desconhecem o caso.

Desta vez, a vítima foi o empresário mossoroense David Alison Alencar de Almeida, dono da David Cell. Ele perdeu o acesso à conta do Instagram da empresa no dia 27 de junho, desde então vem lutando para resgatar o perfil.

Segundo ele, os estelionatários estão utilizando o perfil @davidcell7 para aplicar novos golpes nos clientes da loja, especializada em venda de celulares, acessórios e aparelhos eletrônicos.

Os criminosos agem como se fossem o próprio David. Eles anunciam os produtos e pedem aos clientes que transfiram parte do valor antecipadamente. Alguns chegam a transferir até o valor total, visto que conhecem a reputação da marca e agem na confiança.

David afirma que já conhece cerca de 50 clientes que acabaram caindo no golpe dos estelionatários. Juntando todos os valores, acredita que o prejuízo total desses clientes gire em torno de R$ 100 mil.

Ele conta que já criou um novo perfil, o @davidceloficial, por meio do qual segue trabalhando e atendendo aos clientes até que consiga recuperar o anterior.

Explica que vem investindo em divulgação em diversas cidades, além de Mossoró, onde comercializa seus produtos, para que mais pessoas estejam informadas da situação e não sejam vítimas dos criminosos.

No mesmo dia em que perdeu o acesso a sua conta, o empresário registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil, bem como entrou com um processo para reaver o perfil.

Obteve uma liminar obrigando o Instagram a devolver a conta em cinco dias após a notificação, sob pena de multa de R$ 500 por dia de desobediência. No entanto, a plataforma ainda não foi notificada, mantendo os transtornos na empresa de David.


O GOLPE

Diferente dos golpes que vêm sendo aplicados por mensagem ou whatsapp, onde a vítima passa um código ao estelionatário ou clica em um link fantasma, o golpe aplicado na empresa de David foi ainda mais grave, pois envolve a operadora de telefonia móvel.

Como o número disponível no perfil do Instagram da David Cell era o mesmo utilizado para resgate da conta em caso de perda, os criminosos conseguiram fazer uma mudança de patente da linha, passando ela do nome de David para o nome de uma outra pessoa.

A partir daí, eles solicitaram o resgate da senha do Instagram da David Cell e hackearam a página. Os criminosos ainda tiveram o cuidado de mudar toda e qualquer informação que pudesse fazer com que David recuperasse o perfil.

O empresário lembra que o seu perfil possuía autenticação de dois fatores e, mesmo assim, não foi suficiente para evitar o golpe.

Ele alerta para que outras empresas não deixem exposto no perfil o mesmo contato utilizado para resgate de conta, que utilizem um número diferente, pois isto facilita a ação dos criminosos.

David entrou na justiça, também, contra a empresa de telefonia, por esta ter permitido a mudança de patente sem sua autorização, vendo uma linha que já estava em uso.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário