26 SET 2021 | ATUALIZADO 13:50
POLÍCIA
ANNA PAULA BRITO
05/08/2021 09:28
Atualizado
05/08/2021 16:21

Acusado de matar por vingança vai a júri popular nesta quinta, 5

A+   A-  
Leandro Bento Soares, conhecido por Leleu, de 28 anos, teria matado Alisson Andrade dos Santos porque a vítima havia agredido a mãe dele uma dias antes do crime. O caso aconteceu por volta das 20h do dia 6 de abril de 2016, na Rua General Péricles, Alto de São Manoel. O julgamento acontece no fórum de Mossoró, sendo presidido pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros.
Imagem 1 -
FOTO: PEDRINA OLIVEIRA

O Tribunal do Júri Popular realiza mais uma sessão nesta quinta-feira (5), no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins, em Mossoró.

Senta no banco dos réu Leandro Bento Soares, conhecido por Leleu, de 28 anos, acusado do homicídio de Alisson Andrade dos Santos. O crime aconteceu por volta das 20h do dia 6 de abril de 2016, na Rua General Péricles, Alto de São Manoel.

O julgamento teve início por volta das 9h, com a escolha do conselho de sentença. Será presidido pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros.

A defesa do será realizada pelo advogado José Wellington Barreto. Já a acusação, por parte do Ministério Público do Rio Grande do Norte, será representada pelo promotor Armando Lúcio Ribeiro.


O CRIME

De acordo com a denúncia do MPRN, no dia do crime, Alisson Andrade dos Santos estava caminhando em via pública, quando foi surpreendido por Leandro Bento Soares, que se aproximou dele em uma motocicleta.

Sem que a vítima tivesse tempo de reagir, o réu efetuou vários disparos de fogo contra ela. Allison ainda chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no Hospital Regional Tarcísio Maia, devido a gravidade dos ferimentos. Após os disparos, Leandro fugiu do local, temendo ser preso em flagrante.

Ainda de acordo com a denúncia, o crime teria sido cometido por vingança, visto que um dia antes, em 5 de abril, Alisson teria agredido a mãe de Leandro.

Diante dos fatos, o MPRN denunciou o réu por homicídio duplamente qualificado, tendo como qualificadoras o motivo torpe, pelo fato de ter sido cometido por vingança, e realizado por meio de emboscada, o que dificultou a defesa da vítima.


Notas

Posto JP - Maio de 2021

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário