23 JAN 2022 | ATUALIZADO 23:18
MUNDO
COM INFORMAÇÕES DA CNN
21/09/2021 08:31
Atualizado
21/09/2021 09:45

G20: Bolsonaro é o único líder mundial do grupo que afirmou não ter se vacinado contra a Covid-19

A+   A-  
Entre os membros do grupo das 20 maiores economias do mundo, 18 líderes fizeram da sua vacinação um evento público. Além de Bolsonaro, apenas o presidente da China, Xi Jinping, não divulgou publicamente que foi vacinado. Isto porque o Partido Comunista Chinês não revela os dados de vacinação de seus líderes. Por outro lado, ao contrário do presidente do Brasil, o líder asiático nunca se manifestou publicamente contra a vacinação.
Imagem 1 -  G20: Bolsonaro é o único líder mundial do grupo que afirmou não ter se vacinado contra a Covid-19. Entre os membros do grupo das 20 maiores economias do mundo, 18 líderes fizeram da sua vacinação um evento público. Além de Bolsonaro, apenas o presidente da China, Xi Jinping, não divulgou publicamente que foi vacinado. Isto porque o Partido Comunista Chinês não revela os dados de vacinação de seus líderes. Por outro lado, ao contrário do presidente do Brasil, o líder asiático nunca se manifestou publicamente contra a vacinação.
G20: Bolsonaro é o único líder mundial do grupo que afirmou não ter se vacinado contra a Covid-19. Entre os membros do grupo das 20 maiores economias do mundo, 18 líderes fizeram da sua vacinação um evento público. Além de Bolsonaro, apenas o presidente da China, Xi Jinping, não divulgou publicamente que foi vacinado. Isto porque o Partido Comunista Chinês não revela os dados de vacinação de seus líderes. Por outro lado, ao contrário do presidente do Brasil, o líder asiático nunca se manifestou publicamente contra a vacinação.
FOTO: ISAC NÓBREGA/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é o único líder mundial, entre os membros do G20, a ter dito publicamente que ainda não se vacinou contra a Covid-19, de acordo com levantamento feito pela Agência CNN.

Entre os membros do grupo das 20 maiores economias do mundo, 18 líderes fizeram da sua vacinação um evento público, com a tradicional foto de políticos com a manga arregaçada para receber a seringa.

Além de Bolsonaro, apenas o presidente da China, Xi Jinping, não divulgou publicamente que foi vacinado. O Partido Comunista Chinês não revela os dados de vacinação de seus líderes. Por outro lado, o líder asiático nunca se manifestou publicamente contra a vacinação.

Bolsonaro, por sua vez, já afirmou em diferentes ocasiões que ainda não foi vacinado. Em abril, o presidente afirmou que pensaria em sua imunização apenas depois de “o último brasileiro tivesse sido vacinado”.

Outro momento de negação pública ocorreu nesta segunda-feira (20), durante o encontro com o primeiro-ministro Boris Johnson. Quando questionado por Johnson se já teria tomado a vacina, Bolsonaro respondeu: “Não. Ainda não”.

Bolsonaro, inclusive, precisou comer pizza na rua, em Nova York. Isto porque os restaurantes da cidade exigem comprovante de vacinação para acesso às áreas internas.

Apesar da recusa pessoal de se imunizar, a vacinação deve ter destaque no discurso que será realizado por Bolsonaro em Nova York.

Segundo o analista de política da CNN Gustavo Uribe, o presidente foi aconselhado a sinalizar a disposição do Brasil em fazer doações de vacinas contra o coronavírus à comunidade internacional.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário