19 OUT 2021 | ATUALIZADO 18:25
MOSSORÓ
23/09/2021 14:07
Atualizado
23/09/2021 15:53

Agricultores aprendem a usar hidrogel para produzir maracujá e graviola com menos água

A+   A-  
O engenheiro agrônomo Ney Maranhão enfatizou que a atividade técnica oferece a oportunidade de aprender as melhores práticas e técnicas do cultivo utilizando o hidrogel. “Fizemos uso do hidrogel nas culturas de maracujá e graviola irrigados, com o intuito de reduzir os custos dos produtores com água e energia", destacou.
Imagem 1 -  O engenheiro agrônomo Ney Maranhão enfatizou que a atividade técnica oferece a oportunidade de aprender as melhores práticas e técnicas do cultivo utilizando o hidrogel. “Fizemos uso do hidrogel nas culturas de maracujá e graviola irrigados, com o intuito de reduzir os custos dos produtores com água e energia", destacou.
O engenheiro agrônomo Ney Maranhão enfatizou que a atividade técnica oferece a oportunidade de aprender as melhores práticas e técnicas do cultivo utilizando o hidrogel. “Fizemos uso do hidrogel nas culturas de maracujá e graviola irrigados, com o intuito de reduzir os custos dos produtores com água e energia", destacou.
Foto: Edinaldo Moreno

A Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SEADRU) juntamente com o Programa de Desenvolvimento Territorial (PRODETER), do Banco do Nordeste (BNB), realizaram atividade técnica na comunidade de São Romão, zona rural de Mossoró.

A ação consistiu na aplicação do hidrogel nas culturas de maracujá e graviola irrigados. A prática foi realizada na propriedade do agricultor Heliomar. Hidrogéis são materiais poliméricos que, em condições específicas, podem absorver grande quantidade de água, assim como uma solução nutritiva ou algum composto de interesse.

A prática serve como uma reserva de água em períodos de estiagem, melhorando a qualidade do solo e garantindo altos níveis de produtividade nas lavouras, mesmo com a redução das chuvas.

O evento contou com a participação do engenheiro agrônomo da SEADRU, Ney Maranhão; a coordenadora do AgroAmigo, Nabyla Kelciane; a gerente de negócios do BNB, Rosiana Silva, produtores da comunidade de São Romão, além do PRODETER Cajucultura, representado pelo agente de desenvolvimento Sérgio Freire.

O engenheiro agrônomo Ney Maranhão enfatizou que a atividade técnica oferece a oportunidade de aprender as melhores práticas e técnicas do cultivo utilizando o hidrogel. “Fizemos uso do hidrogel nas culturas de maracujá e graviola irrigados, com o intuito de reduzir os custos dos produtores com água e energia", destacou.

Sérgio Freire, agente de Desenvolvimento do Território do BNB, ressaltou a importância dos testes para posterior aplicação aos demais produtores. "O principal objetivo dessa ação do PRODETER é trabalhar os produtos e técnicas inovadoras, com o propósito de buscar ideias e soluções para a melhoria de produtividade e de vida dos produtores."

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário