30 NOV 2021 | ATUALIZADO 17:11
SAÚDE
09/10/2021 19:41
Atualizado
09/10/2021 20:22

Mossoró já vacina quem tem 60 anos ou mais e os profissionais de saúde

A+   A-  
“O município inicia hoje a vacinação com a terceira dose do público de 60 anos ou mais que concluiu seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única há seis meses e também os demais trabalhadores da Saúde, ou seja, todos os profissionais da Saúde que concluíram também o seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única no mesmo período”, informou o coordenador de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Etevaldo Lima.
Imagem 1 -  “O município inicia hoje a vacinação com a terceira dose do público de 60 anos ou mais que concluiu seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única há seis meses e também os demais trabalhadores da Saúde, ou seja, todos os profissionais da Saúde que concluíram também o seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única no mesmo período”, informou o coordenador de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Etevaldo Lima.
“O município inicia hoje a vacinação com a terceira dose do público de 60 anos ou mais que concluiu seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única há seis meses e também os demais trabalhadores da Saúde, ou seja, todos os profissionais da Saúde que concluíram também o seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única no mesmo período”, informou o coordenador de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Etevaldo Lima.
Foto: Wilson Moreno/PMM

O programa “Mossoró Vacina” iniciou neste sábado (9) a imunização de todos os profissionais de Saúde. Também podem tomar a dose de reforço as pessoas acima de 60 anos que tomaram as duas doses ou a dose única há pelo menos seis meses.

A vacinação para estes dois públicos ocorre neste sábado no Ginásio do Sesi, até as 16 horas. Já no domingo (10) a imunização acontece no ginásio municipal das 8h às 16h. O programa” segue vacinando adolescentes com 12 anos ou mais. Também está com vacina disponível para aplicação da 2ª dose.

“O município inicia hoje a vacinação com a terceira dose do público de 60 anos ou mais que concluiu seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única há seis meses e também os demais trabalhadores da Saúde, ou seja, todos os profissionais da Saúde que concluíram também o seu esquema vacinal com a segunda dose ou dose única no mesmo período”, informou o coordenador de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Etevaldo Lima.

A fonoaudióloga Anny Emanoely aproveitou para receber logo a sua dose de reforço. Ela destacou a importância de tomar a dose de reforço para ter mais segurança no atendimento às pessoas ainda nesse período de pandemia.

“É de extrema importância (referindo-se a terceira dose). Sem a vacinação a gente não tem a esperança de que tudo isso vai passar. Nós que estivemos na linha de frente e estamos ainda na linha de frente atendendo à população, SUS ou não, precisamos nos prevenir para poder cuidar do próximo. Quem puder venha tomar sua vacina, venha se prevenir para a gente combater essa doença”.

Neire Alba Diniz, que é técnica de enfermagem, também salientou a importância da dose de reforço. “Tem uma importância muito grande para que a gente possa se prevenir. Com a terceira dose eu só tenho gratidão. Estou muito feliz porque tomei a terceira dose”.

“A importância é que a gente vai ter mais segurança. A nossa terceira dose é mais eficaz para a gente e nos ajuda a cada dia ficar com mais segurança no nosso trabalho. Lembrando que não devemos deixar os cuidados que temos e continuar com as medidas de segurança porque a Covid ainda está aí”, reforçou a técnica de enfermagem, Maria José.

2ª DOSE

Etevaldo Lima também frisou que Mossoró tem atualmente 16.800 pessoas com a segunda dose em atraso. Segundo ele, essas pessoas são aquelas que deveriam ter recebido a 2ª dose e ainda não compareceram a uma sala de vacinação no município.

“É um número preocupante no qual quem concluiu esse período de recebimento da segunda dose deve comparecer para atualizar a situação vacinal. O público que está com a segunda dose em atraso deve se dirigir a um dos ginásios para atualizar seu esquema vacinal com a segunda dose”.

O coordenador destaca ainda que a cidade tem mais de 9 mil adolescentes (12 a 17 anos) que ainda não tomaram a sua primeira dose. A partir de 18 anos ou mais o número sobe para mais de 29 mil.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário