30 NOV 2021 | ATUALIZADO 18:24
MOSSORÓ
25/11/2021 12:37
Atualizado
25/11/2021 12:37

Fátima sanciona lei que torna Mossoró a capital estadual do onshore no RN

A+   A-  
De autoria da deputada Isolda Dantas, o PL foi aprovado na Assembleia Legislativa, no dia 28 de outubro e sancionado pela governadora do RN nesta quinta (25). Segundo a parlamentar, a nova lei é um reconhecimento para a grande produtora de petróleo que Mossoró é, contribuindo para que a cidade tenha o segundo maior PIB do estado. Lembra, ainda, que esse novo momento será fundamental para a geração de emprego e renda para a região.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Nesta quinta-feira (25), durante a abertura do Fórum Onshore Potiguar de Petróleo e Gás, em Mossoró, a governadora Fátima Bezerra sancionou a lei que torna Mossoró a capital estadual do onshore no Rio Grande do Norte.

De autoria da deputada Isolda Dantas, o Projeto de Lei foi aprovado na Assembleia Legislativa, no dia 28 de outubro deste ano.

“Mossoró é uma das maiores produtoras de petróleo do Brasil, tem a sua economia muito voltada para isso e que luta para que a Petrobras não saia do RN. Esse título vem no sentido de que a gente possa fortalecer essa produção que é fundamental para a economia da cidade e do RN”, justificou Isolda à época.

Nesta quinta, a deputada falou da importância de reconhecer a cidade como capital do onshore, pelo tamanho da sua contribuição na produção de petróleo, produtos responsável por fazer com que a cidade tenha o segundo maior PIB do estado.

“Reconhecer por lei que Mossoró é a capital estadual do onshore, ou seja, do petróleo em terra, e também em nível nacional quem mais produz em terra é, na verdade, um reconhecimento e uma garantia jurídica desse título que é mais que merecido ser da nossa querida Mossoró”, diz.

A parlamentar ainda afirmou que este novo momento será fundamental para fomentar a geração de emprego e renda para a região.

“A gente tem que olhar o quanto a Petrobras foi fundamental para Mossoró, mas é fato consumado, infelizmente, após muita luta, que a Petrobras está indo embora de Mossoró e com seus investimentos também. Isso significa que Mossoró não ficou parada, que os empresários, que toda essa cadeia que foi construída ao longo de décadas pela Petrobras, precisa ser reativada e eu acho que a Rede Petro tem papel fundamental nisso.A nossa lei

foi nesse sentido, dizer que Mossoró continua produzindo petróleo, que nós temos uma mão de obras mais do que qualificada e lutar para que as empresas que estejam chegando, reconheçam essa qualidade e contratem essa mão de obra que está mais especializada do que nunca”, ressaltou a deputada.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário