22 JAN 2022 | ATUALIZADO 23:18
NACIONAL
POR LEANDRO MAZZINI
10/01/2022 08:10
Atualizado
10/01/2022 08:23

[COLUNA ESPLANADA] Rádios comunitárias serão canhões nas mãos de Bolsonaro

A+   A-  
Está na mesa do ministro das Comunicações, Fábio Faria, o Plano Nacional de Outorgas de rádios comunitárias para 2022, com seis editais programados até novembro a fim de contemplar 432 cidades. É um presentão para os políticos e líderes de bairros populares. O RN, por exemplo, reduto político do ministro, ganhará 27 novas rádios. Um número significativo em relação a outros Estados.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

Coluna Esplanada

Por Leandro Mazzini


BRASÍLIA, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE JANEIRO DE 2022 - Nº 3260

Nas ondas eleitorais

Está na mesa do ministro das Comunicações, Fábio Faria, o Plano Nacional de Outorgas de rádios comunitárias para 2022, com seis editais programados até novembro a fim de contemplar 432 cidades. É um presentão para os políticos e líderes de bairros populares e um canhão nas mãos do presidente Jair Bolsonaro em ano de eleição. Esmiuçando a lista, descobrem-se curiosidades e coincidências. O Rio Grande do Norte, por exemplo, reduto político do ministro, ganhará 27 novas rádios. Um número significativo em relação a outros Estados – o Acre e Amapá terão só uma rádio, e Rondônia ficou de fora. Cravada no sertão de Pernambuco, Garanhuns, cidade natal de Lula da Silva, terá uma emissora, e do outro lado, em alto-mar, Fernando de Noronha sediará outra.

Brasil das rádios

Ao todo, 237 cidades ganharão sua primeira emissora. A meta do Governo é autorizar outorgas para cobrir 70,1% dos municípios brasileiros até o fim do ano.

No mais..

..Desde 1998 já foram concedidas 4.933 concessões de rádios no País. Muitas, sem segredo, nas mãos de famílias de políticos.

Refém de Kátia

O Itamaraty está em polvorosa com a derrota da senadora Kátia Abreu (Progressistas-TO) para o TCU. Ela fez um esforço para aprovar mais de 20 embaixadores em duas longas sessões, como parte de um acordo para ganhar os votos dos governistas. Deu em nada, pelo notório.

Tá brava

Derrotada, Kátia tem mais um ano à frente da Comissão de Relações Exteriores e já devolve a gentileza do lobby sem resultados. Adiou de dezembro para fevereiro a sabatina de 13 diplomatas, na fila para nomeações em importantes embaixadas. A senadora já foi aliada de Dilma Rousseff, Michel Temer e, com a bancada do agronegócio, tenta ser amiga de Bolsonaro. E anda brava.

Cupido

No vaivém de egos publicitários dos que se consideram padrinhos da aproximação de Lula da Silva com Geraldo Alckmin, o verdadeiro cupido se omite, com a humildade da alma de quase-padre. Foi Gabriel Chalita quem fez a ponte entre eles para a primeira reunião. E ganhou pontos com ambos. O ex-deputado federal não revela planos.

Forno eleitoral

Capitaneados pelo PT, partidos de esquerda estão perto de formalizar federação para as eleições. A despeito da eventual chapa Lula-Alckmin – que espantou a todos – participam das conversas lideranças petistas, do PSB e do PCdoB. A REDE pode compor, e o PDT foi escanteado.

Afogados no píer

A suspensão de viagens de transatlânticos no litoral por causa da variante omicron deixa artistas em situação ruim. Cantores como Leonardo e Bruno & Marrone venderam shows para cruzeiros. O cachê não sai por menos de R$ 200 mil. O calendário de shows ‘al mare’ para 2022 está lotado.

Mais essa

Na onda de erros do presidente no combate ao coronavírus, um passa despercebido pela população, mas não para a indústria que já chiou. O Decreto 10.923, de 30 de dezembro, no apagar das luzes de 2021, revoga em abril próximo o decreto de 2020 que zerou alíquota de IPI para artigos de laboratório, de farmácia, e para luvas e máscaras.

E o cumpra-se?

Um relatório da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza revela que, enquanto 60,1% das 334 Unidades de conservação públicas federais do País possuem planos de manejo, apenas 13,7% delas fizeram a revisão do documento, conforme prevê a Lei 9.985/2000.

ESPLANADEIRA

# UNIASSELVI oferece descontos em graduação no Rio de Janeiro. # ANVISA aprova nova indicação do medicamento Avodart, da GSK, para tratamento da calvície masculina. # Every Cybersecurity and GRC Solutions, de Brasília, ganha certificação da Great Place to Work (GPTW), com 88% de satisfação dos funcionários no item “ótimo lugar para trabalhar”.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário