16 MAI 2022 | ATUALIZADO 18:20
ESTADO
15/01/2022 14:26
Atualizado
15/01/2022 14:34

Roubo de fios deixa setor produtivo de sal sem energia no Vale do Açu mais uma vez

A+   A-  
Já ocorreram dezenas de roubos nos últimos cinco meses. A COSERN confirmou as ocorrências e tem agilizado para recuperar a rede elétrica. Os empresários se queixam que a cada vez que roubam os fios, as máquinas ficam paradas por até dois dias. O Secretário de Segurança do RN prometeu adotar medidas nos próximos dias.
Imagem 1 -  Já ocorreram dezenas de roubos nos últimos cinco meses. A COSERN confirmou as ocorrências e tem agilizado para recuperar a rede elétrica. Os empresários se queixam que a cada vez que roubam os fios, as máquinas ficam paradas por até dois dias. O Secretário de Segurança do RN prometeu adotar medidas nos próximos dias.
Já ocorreram dezenas de roubos nos últimos cinco meses. A COSERN confirmou as ocorrências e tem agilizado para recuperar a rede elétrica. Os empresários se queixam que a cada vez que roubam os fios, as máquinas ficam paradas por até dois dias. O Secretário de Segurança do RN prometeu adotar medidas nos próximos dias.

Roubaram a fiação da rede elétrica que abastece várias empresas e comunidades da região do Delta do Rio Piranhas Açu, entre as cidades de Macau, Pendências e Porto do Mangue, no Vale do Açu, deixando um prejuízo milionário na cadeia produtiva do sal e do camarão

Os roubos da fiação elétrica começaram há cerca de cinco meses, segundo relata os empresários, sem que tenha sido adotado medidas que impeçam estes roubos. Desde então, tem ocorrido praticamente roubos dos fios todas as semanas, comprometendo o abastecimento elétrico.

Neste dia 14, ocorreu novamente. Os ladrões cortarem os fios entre os postes e roubaram, para vender o cobre no mercado de sucata. A reportagem do MOSSORÓ HOJE fez contato com a COSERN, que confirmou o roubo e que adota providências para religar a energia.

Ocorre que quando ocorre um roubo desta natureza, o COSERN chega a precisar de até 2 dias e meio para repor os fios roubados e religar. As vezes até mais do que isto. É quando os ladrões derrubam o poste para tirar os fios, o que aconteceu há cerca de 15 dias.

Em Nota, a COSERN informou que roubos de fios é mais comum do que se imagina no Rio Grande do Norte. No ano de 2021 foram 1.230 ocorrências. Nos primeiros 15 dias de 2022, já foram registradas 218 ocorrências, um aumento exponencial de roubo de fios.

NOTA - FURTO DE CABOS DA REDE ELÉTRICA EM PORTO DO MANGUE

A NEOENERGIA COSERN informa que registrou novo furto de cabos da rede elétrica nesta sexta-feira (14), desta vez no município de Porto do Mangue. O furto foi registado às *01h11* e interrompeu o fornecimento de energia elétrica para *1.563* clientes. Às *04h23*, foram normalizados *152* clientes e os demais às *11h13*.

Somente nos primeiros 14 dias de 2022, já foram registadas *218* ocorrências provocadas por furtos na rede elétrica em todo estado. Ao longo de 2021, foram *1.230* ocorrências.

A distribuidora abriu diversos boletins de ocorrência para esses casos e vem empreendendo todos os esforços para recompor a rede elétrica, a cada novo evento, o mais rápido possível.

O furto de cabos da rede elétrica provoca transtornos no fornecimento de energia às residências e tem colocado em risco o funcionamento de unidades de saúde, empresas e empreendimentos turísticos no interior e litoral potiguar.

A Neoenergia Cosern ressalta que vem compartilhando informações e realizando reuniões com a Secretaria de Segurança Pública para buscar soluções para o problema.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA NEOENERGIA COSERN

A SEGURANÇA

A reportagem do MOSSORO HOJE também fez contato com o secretário de segurança e defesa social do Rio Grande do Norte, o coronel Francisco Araújo.

O secretário Informou que há poucos dias ocorreu reunião entre as forças de polícias e de políticas para conter o roubo de fios elétricos no município de Areia Branca.

Destacou que agora prepara nova rodada de diálogo para intensificar o trabalho ostensivo e de investigação contra o roubo de fios elétricos na região do Vale Açu.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário