16 MAI 2022 | ATUALIZADO 18:20
ESTADO
25/01/2022 15:05
Atualizado
25/01/2022 15:29

Aumento na procura por leitos Covid-19 faz Sesap ampliar a rede no RN

A+   A-  
O trabalho coordenado pelas equipes técnica e de gestão da Secretaria, em parceria com municípios, já disponibilizou 91 leitos para receber pacientes acometidos pela Covid-19, sendo 78 clínicos e 13 críticos, aumentando em mais de 31% a rede atual. A previsão é de que 56 leitos ainda sejam acrescidos nos hospitais do estado ao longo dos próximos dias, alcançando além das regiões já citadas, o Trairi e o Agreste.
Imagem 1 -
FOTO: REPRODUÇÃO

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), diante do quadro epidemiológico da Covid-19 no Rio Grande do Norte, está expandindo a rede de leitos clínicos e críticos para tratar da doença.

O trabalho coordenado pelas equipes técnica e de gestão da Secretaria, em parceria com municípios, já disponibilizou 91 leitos para receber pacientes acometidos pela Covid-19, sendo 78 clínicos e 13 críticos, aumentando em mais de 31% a rede atual.

A expansão iniciou na sexta-feira (21) e seguiu ao longo dos dias seguintes, dividida entre a capital do estado, Oeste, Alto Oeste e Vale do Açu. Assim, no início desta tarde de terça-feira (25), a rede Covid no RN passa já a contar com 313 leitos, sendo 135 críticos e 188 clínicos - estes os mais demandados atualmente.

A previsão é de que 56 leitos ainda sejam acrescidos nos hospitais do estado ao longo dos próximos dias, alcançando além das regiões já citadas, o Trairi e o Agreste.

As equipes da Sesap trabalharam ao longo de vários dias para avaliar as tendências de casos e os cenários em cada região, além de identificar as possibilidades de ampliação nos serviços de saúde.

"Esse plano para expansão da rede Covid é resultado de um trabalho amparado nos dados disponíveis. O cenário mostra a necessidade de novos leitos neste momento, então montamos um esforço para que se alcance a expansão da forma mais célere possível, com o esforço conjunto dos municípios. Seguiremos monitorando a situação, tanto da Covid-19 como da Influenza, para avaliar eventuais novas medidas", explicou o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.

Entre os dados, está a média de pedidos por leito para internação apurada pelo Regula RN. O número saltou de 15 no dia 26 de dezembro para uma média superior a 60 após um mês. A Secretaria segue ainda em tratativas com municípios para avaliar a abertura de novos leitos.

Em Mossoró, os dez leitos de UTI abertos nesta segunda-feira (24) no Hospital Maternidade Almeida Castro estão ocupados. Já com relação aos leitos clínicos, há apenas 4 livres, enquanto os outros seis estão com pacientes.


91 LEITOS ABERTOS

78 leitos clínicos e 13 leitos críticos

Hospital Geral João Machado (Natal): 17 clínicos e 2 críticos

Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi): 7 clínicos e 5 críticos

Hospital Maternidade Almeida Castro (Mossoró): 10 clínicos

Hospital Regional Dr. Nelson Inácio dos Santos (Assu): 6 clínicos

Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros): 3 clínicos

Hospital dos Pescadores (Natal): 9 clínicos e 6 críticos

Hospital Municipal de Natal: 26 clínicos

59 LEITOS EM EXPANSÃO

27 leitos clínicos e 32 leitos críticos

Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros): 14 clínicos e 07 críticos

Hospital Regional Linfoldo Gomes Vidal (Santo Antônio): 4 clínicos e 5 críticos

Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira da Silva (Caraúbas): 3 clínicos e 5 críticos

Hospital Regional Monsenhor Expedito (São Paulo do Potengi); 2 clínicos e 5 críticos

Hospital Giselda Trigueiro (Natal): 5 críticos

Hospital Rafael Fernandes (Mossoró): 4 clínicos


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário