19 JUN 2024 | ATUALIZADO 11:58
ESPORTE
27/09/2022 14:11
Atualizado
27/09/2022 14:12

Conheça os times brasileiros campeões nos esports

A+   A-  
Os brasileiros Paulo Henrique “PHzin”, Pedro Resende, Gabriel Crepaldi e Klinger Castro, que já chamavam atenção a cada vitória durante a competição, comoveram o público com a festa realizada, a equipe brasileira é a 1ª da América do Sul a realizar tal feito. Para a próxima temporada, no FIFA 23, que pode ser a despedida do jogo de futebol, os atletas PHzin e Pedro Resende estarão jogando juntos pelo Ajax da Holanda.
Imagem 1 -  Os brasileiros Paulo Henrique “PHzin”, Pedro Resende, Gabriel Crepaldi e Klinger Castro, que já chamavam atenção a cada vitória durante a competição, comoveram o público com a festa realizada, a equipe brasileira é a 1ª da América do Sul a realizar tal feito. Para a próxima temporada, no FIFA 23, que pode ser a despedida do jogo de futebol, os atletas PHzin e Pedro Resende estarão jogando juntos pelo Ajax da Holanda.
Os brasileiros Paulo Henrique “PHzin”, Pedro Resende, Gabriel Crepaldi e Klinger Castro, que já chamavam atenção a cada vitória durante a competição, comoveram o público com a festa realizada, a equipe brasileira é a 1ª da América do Sul a realizar tal feito. Para a próxima temporada, no FIFA 23, que pode ser a despedida do jogo de futebol, os atletas PHzin e Pedro Resende estarão jogando juntos pelo Ajax da Holanda.

É certo que o Brasil é uma potência em esportes como futebol, vôlei, mma, skate e surfe, mas os brasileiros estão cada vez mais se tornando destaques no mundo dos e-sports também. Os esportes eletrônicos já são uma febre entre o público mais jovens, que já tem até “heróis” brasileiros campeões em diversas categorias e mesmo com o pouco investimento que a categoria recebe, faz reais milagres nas competições de esports. Conheça em quais esportes os brasileiros já levaram o troféu para casa.

FIFA 22

Se no futebol somos a maior referência do esporte, no FIFA estamos à caminho disso. A nossa seleção brasileira venceu de virada a Polônia por 2 a 1 e conquistou a Copa do Mundo de FIFA 22. A competição aconteceu em julho deste ano na capital da Dinamarca, Copenhage e rendeu aos brasileiros a quantia de US$ 140 mil.

Os brasileiros Paulo Henrique “PHzin”, Pedro Resende, Gabriel Crepaldi e Klinger Castro, que já chamavam atenção a cada vitória durante a competição, comoveram o público com a festa realizada, a equipe brasileira é a 1ª da América do Sul a realizar tal feito. Para a próxima temporada, no FIFA 23, que pode ser a despedida do jogo de futebol, os atletas PHzin e Pedro Resende estarão jogando juntos pelo Ajax da Holanda.


Counter Strike Global Offensive

Counter-Strike já é um velho conhecido do brasileiro e neste jogo já tivemos muita alegria. O Brasil já foi campeão no CS:GO duas vezes. A Major, como é chamado o campeonato mundial de Counter-Strike: Global Offensive, organizado pela VALVE, teve os brasileiros como campeões no ano de 2016 duas vezes.


Durante a 1ª temporada da MLG Major: Columbus 2016, o Brasil teve como representante a Luminosity Gaming e logo em seguida o Brasil com a mesma equipe, só que na SK Gaming venceram o ESL: Cologne 2016. A equipe tinha nomes que hoje são reais personalidades da internet, como Fer, Coldzeraa e Gabriel Fallen.

Atualmente parte deste elenco, se juntou para disputar o mundial, na 1ª temporada deste ano, no evento que aconteceu na Antuérpia, ficaram em 11º lugar. Porém agora os olhos do mundo dos esports se voltarão para eles no caminho da Major que acontecerá a partir do dia 31 de outubro no Rio de Janeiro.


Free Fire

Pode ser que o Corinthians nem chegou perto de ir ao mundial em 2019, porém no Free Fire eles foram sim e foram campeões mundiais, botando o Brasil no mapa dos campeonatos de jogos de celular. Na época a equipe formada por Nobru, Level Up, Pires, Fixa e Japa 04 ganhou o FFWS 2019 (Free Fire World Series) conquistando o valor de US$ 400 mil. O FFWS é a maior competição de Free Fire do mundo e é muito prestigiado no continente asiático.


O time do Corinthians chegou ao título fazendo uma excelente temporada, inclusive, Nobru foi o MVP da competição se tornando o melhor jogador de Free Fire do mundo da época. Com toda experiência a fortuna acumulada o atleta de esports abriu a sua equipe própria a FLUXO que é muito relevante no cenário esportivo de Free Fire e chegou até a ganhar a LBFF (Liga Brasileira de Free Fire). 


Rainbow Six: Siege

Em 2021 o Brasil mostrou que era um dos melhores países no mundo dos esports, no jogo “Rainbow Six Siege”, outro FPS tático, o Brasil venceu 3 campeonatos de nível internacional com 3 times diferentes.A Team One venceu o Six México Major e a FaZe Clan ganhou a etapa sueca da competição. Já o time Ninja in Pyjamas foi a equipe que venceu o mundial do ano, coroando a habilidade dos brasileiros.


O prêmio foi impressionante até para competições de esports mundial. O time brasileiro formado por João Gomes (Kamikaze), Gustavo Rigal (Psycho), Murilo Moscatelli (Muzi), Gabriel Fernandes (pino) e Gustavo Gomes (Wizard) ganhou US$ 1 milhão de dólares por vencer a competição acirradíssima. Aliás a hegemonia brasileira só mostrou o quanto o cenário nacional tem bons profissionais, o campeonato nacional do jogo é bem forte e tão disputado quanto o futebol, inclusive o nome se chama “Brasileirão de Rainbow Six”. 


Valorant

Desta lista, Valorant é o jogo mais novo, mas em fama, ele se iguala aos demais. Inclusive, esta é também a conquista mais recente brasileira, o time da LOUD, conhecida equipe brasileira de esports, venceu o Valorant Champions 2022, organizado pela Riot Games. Este era apenas o 2º mundial organizado para o jogo e o Brasil já mostrou ser o melhor do mundo no jogo.


Durante a competição que aconteceu no mês de setembro na capital da Turquia, Istambul, a equipe formada por Gustavo Rossi “Sacy”, Matias Delipetro “saadhak”, Bryan Luna “Pancada” e Erick Santos “Aspas” e Felipe Basso “Less”, conseguiu vencer a norte-americana OpTic e faturou o prêmio de US$300 mil dólares (mais de 1,6 milhões). A LOUD superou a derrota que sofreu na final durante o mundial de Reykjavík no começo do ano de 2022 contra a mesma equipe, mostrando a garra e sucesso dos brasileiros nos esports.


Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário