23 JUL 2024 | ATUALIZADO 18:32
ECONOMIA
23/06/2023 12:25
Atualizado
23/06/2023 12:26

Comerciantes afirmam que vendas estão aquecidas nos polos do MCJ 2023

A+   A-  
Consolidado no calendário estadual, o evento proporciona o aquecimento do comércio local, gerando novas oportunidades. Verusa Jaqueline estava desempregada e viu no MCJ um meio para viabilizar uma renda e organizar suas contas. “Estou muito agradecida pela oportunidade. Esse é o segundo ano que estou comercializando, ajuda muito financeiramente, estou desempregada, aqui é uma renda extra e, claro, a gente se diverte também”, disse.
Imagem 1 -  Comerciantes afirmam que vendas estão aquecidas nos polos do MCJ 2023. Consolidado no calendário estadual, o evento proporciona o aquecimento do comércio local, gerando novas oportunidades. Verusa Jaqueline estava desempregada e viu no MCJ um meio para viabilizar uma renda e organizar suas contas. “Estou muito agradecida pela oportunidade. Esse é o segundo ano que estou comercializando, ajuda muito financeiramente, estou desempregada, aqui é uma renda extra e, claro, a gente se diverte também”, disse.
Comerciantes afirmam que vendas estão aquecidas nos polos do MCJ 2023. Consolidado no calendário estadual, o evento proporciona o aquecimento do comércio local, gerando novas oportunidades. Verusa Jaqueline estava desempregada e viu no MCJ um meio para viabilizar uma renda e organizar suas contas. “Estou muito agradecida pela oportunidade. Esse é o segundo ano que estou comercializando, ajuda muito financeiramente, estou desempregada, aqui é uma renda extra e, claro, a gente se diverte também”, disse.
FOTO: REPRODUÇÃO

O "Mossoró Cidade Junina" proporciona o aquecimento do comércio local, gerando novas oportunidades. Muitos se preparam para comercializar durante os festejos, uns para aumentar a renda e outros para se organizarem financeiramente.

A comerciante Ana Alice comemorou o sucesso das vendas: “Aqui é onde consigo meu sustento para o resto do ano, as vendas estão boas”, disse.

Verusa Jaqueline estava desempregada e viu no MCJ um meio para viabilizar uma renda e organizar suas contas. “Estou muito agradecida pela oportunidade. Esse é o segundo ano que estou comercializando, ajuda muito financeiramente, estou desempregada, aqui é uma renda extra e, claro, a gente se diverte também”, disse.

“Aqui, não tenho o que reclamar, a venda está ótima. Faz 20 anos que tenho barraca aqui na Estação, mas este ano está superando as expectativas. A Prefeitura está de parabéns”, relatou Luciano Potiguar.

Nilton Galdino parabenizou a organização do evento. "Tudo de bom, a organização das barracas está melhor, a venda superou o ano passado. Aqui de tudo tem um pouco, estou vendendo muito”, descreveu sua satisfação.

“Aqui é um dinheiro extra que a gente ganha, é bom para todo mundo, as vendas este ano superaram. Nada a reclamar, só agradecer”, comentou Francisco das Chagas, vendedor de batatinhas.

O comerciante Clóvis Alves está com sua barraca no Corredor Cultural e enalteceu a organização do evento por ter criado o Polo Poeta Antônio Francisco, que também gerou novas oportunidades para comercialização no MCJ 2023.

“Este ano está sendo muito bom, com a criação do Polo Poeta Antônio Francisco. A interdição da avenida Rio Branco valorizou mais os comerciantes, gerou novas oportunidades e as vendas aumentaram 100%”, comemorou.


Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário