28 FEV 2024 | ATUALIZADO 18:28
ESPORTE
COM INFORMAÇÕE SDO GLOBO ESPORTE
28/06/2023 10:57
Atualizado
28/06/2023 10:57

Potiguar de Riacho de Santana é convocada para a Copa do Mundo Feminina de Futebol 2023

A+   A-  
Antônia Silva está entre as jogadoras convocadas pela técnica Pia Sundhage. A convocação aconteceu na tarde desta terça-feira (27). A Copa do Mundo Feminina de Futebol 2023 será realizada na Nova Zelândia, a partir de julho. Antônia, de 29 anos, é defensora do Levante, da Espanha, e se emocionou ao ver seu nome entre as convocadas. “É um momento que a gente sonha há muito tempo. É muito trabalho, muita luta. É um momento esperado pra família toda, pra mim. Estou muito feliz de eles poderem estar aqui vivendo isso comigo porque foi um sonho vivido junto”, falou.
Imagem 1 -  Potiguar de Riacho de Santana é convocada para a Copa do Mundo Feminina de Futebol 2023. Antônia Silva está entre as jogadoras convocadas pela técnica Pia Sundhage. A convocação aconteceu na tarde desta terça-feira (27). A Copa do Mundo Feminina de Futebol 2023 será realizada na Nova Zelândia, a partir de julho. Antônia, de 29 anos, é defensora do Levante, da Espanha, e se emocionou ao ver seu nome entre as convocadas. “É um momento que a gente sonha há muito tempo. É muito trabalho, muita luta. É um momento esperado pra família toda, pra mim. Estou muito feliz de eles poderem estar aqui vivendo isso comigo porque foi um sonho vivido junto”, falou.
Potiguar de Riacho de Santana é convocada para a Copa do Mundo Feminina de Futebol 2023. Antônia Silva está entre as jogadoras convocadas pela técnica Pia Sundhage. A convocação aconteceu na tarde desta terça-feira (27). A Copa do Mundo Feminina de Futebol 2023 será realizada na Nova Zelândia, a partir de julho. Antônia, de 29 anos, é defensora do Levante, da Espanha, e se emocionou ao ver seu nome entre as convocadas. “É um momento que a gente sonha há muito tempo. É muito trabalho, muita luta. É um momento esperado pra família toda, pra mim. Estou muito feliz de eles poderem estar aqui vivendo isso comigo porque foi um sonho vivido junto”, falou.
FOTO: REPRODUÇÃO

A potiguar Antonia Silva foi convocada para a Copa do Mundo Feminina 2023, que será disputada na Austrália e Nova Zelândia, a partir de julho. A lista foi divulgada pela técnica Pia Sundhage na tarde desta terça-feira (veja aqui). A defensora do Levante, da Espanha, se emocionou ao acompanhar a convocação pela TV, ao lado da família, em Natal.

“É um momento que a gente sonha há muito tempo. É muito trabalho, muita luta. É um momento esperado pra família toda, pra mim. Estou muito feliz de eles poderem estar aqui vivendo isso comigo porque foi um sonho vivido junto. Tudo que eu passei eles passaram juntos. Nada mais que merecido poder estar com eles comemorando esse momento”, falou Antonia.

“Representa muitos sonhos, não só para mim, mas de muitas meninas que não tiveram a mesma oportunidade que eu. Carregar isso também é um peso muito grande. É a realização de um sonho e agora é só poder desfrutar e aproveitar esse momento”, completou.

Antonia tem 29 anos e é natural de Riacho de Santana, no interior do Rio Grande do Norte - a 414 km de Natal. O município tem pouco mais de 4 mil habitantes, de acordo com estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Antonia foi campeã da Copa América de 2022 com a seleção brasileira, e depois sofreu uma grave lesão no joelho, que a tirou dos gramados até março. Voltou bem pelo seu clube, o Levante, e, com a confiança de Pia Sundhage, realizou o sonho de ser convocada para o Mundial.

DO FUTSAL PARA O CAMPO

Sair de Riacho de Santana e alcançar a seleção brasileira de futebol é inexplicável para a atleta. Até receber o convite da equipe Valinhos para participar da Copa Juventus em 2016, a carreira de Antonia estava restrita ao futsal. Desde criança, ainda no município em que nasceu, a quadra foi o ambiente que a atleta escreveu a própria história.

O primeiro contato com o futsal foi durante as aulas de Educação Física. Antonia gostou do esporte, passou a integrar a equipe de futsal feminino da escola de Riacho de Santana para disputar os Jogos Escolares do Rio Grande do Norte e ganhou destaque na competição.

Foi nessa época, ainda criança, que recebeu o convite para jogar em uma escola de Natal. Com o incentivo da família, passou a atuar também na equipe feminina de futsal do ABC, com os professores Esmerino Análio e Izabel Carla, e quase viu o sonho ruir devido às dificuldades encontradas no cenário do Rio Grande do Norte.

Em São Paulo, passou a fazer parte da equipe de futsal da Portuguesa. Em 2011, foi para o São Bernardo e no ano seguinte chegou à equipe de São José dos Campos, onde permaneceu até 2016. Foi então que surgiu o convite da equipe de Valinhos para atuar no futebol de campo durante a Copa Juventus. Na competição, a jogadora ostentou a camisa 10 da equipe e foi vice-campeã.

Depois, rodou por Ponte Preta, Osasco Audax, Iranduba, São Paulo até seguir para o Madrid CFF, e, depois, para o Levante, seu atual clube.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário