28 FEV 2024 | ATUALIZADO 18:28
EDUCAÇÃO
12/10/2023 13:11
Atualizado
12/10/2023 13:11

Estudantes do IFRN ganham prêmio nacional com projeto de cadeira de rodas para estradas carroçáveis

A+   A-  
O grupo “Inclusão100limites”, composto pelo orientador José Eric, pela mentora Andreia Santos e pelas alunas Ana Beatriz, Ana Luiza, Lanna Rebeca e Maria Júlia, do campus Apodi, conquistou o terceiro lugar nacional no “Programa Power4Girls - Empower to Lead!”, promovido pela Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil. O evento aconteceu em Brasília, entre os dias 5 e 7 de outubro. O projeto premiado visa a prototipação de uma cadeira de rodas que proporciona a acessibilidade de pessoas cadeirantes ou com mobilidade reduzida em estradas rurais carroçáveis ou de difícil acesso.
Imagem 1 -  Estudantes do IFRN ganham prêmio nacional com projeto de cadeira de rodas para estradas carroçáveis. O grupo “Inclusão100limites”, composto pelo orientador José Eric, pela mentora Andreia Santos e pelas alunas Ana Beatriz, Ana Luiza, Lanna Rebeca e Maria Júlia, do campus Apodi, conquistou o terceiro lugar nacional no “Programa Power4Girls - Empower to Lead!”, promovido pela  Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil. O evento aconteceu em Brasília, entre os dias 5 e 7 de outubro. O projeto premiado visa a prototipação de uma cadeira de rodas que proporciona a acessibilidade de pessoas cadeirantes ou com mobilidade reduzida em estradas rurais carroçáveis ou de difícil acesso.
Estudantes do IFRN ganham prêmio nacional com projeto de cadeira de rodas para estradas carroçáveis. O grupo “Inclusão100limites”, composto pelo orientador José Eric, pela mentora Andreia Santos e pelas alunas Ana Beatriz, Ana Luiza, Lanna Rebeca e Maria Júlia, do campus Apodi, conquistou o terceiro lugar nacional no “Programa Power4Girls - Empower to Lead!”, promovido pela Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil. O evento aconteceu em Brasília, entre os dias 5 e 7 de outubro. O projeto premiado visa a prototipação de uma cadeira de rodas que proporciona a acessibilidade de pessoas cadeirantes ou com mobilidade reduzida em estradas rurais carroçáveis ou de difícil acesso.
FOTO: CEDIDA

Dos dias 5 a 7 de outubro foi realizado em Brasília o encerramento do “Programa Power4Girls - Empower to Lead!”.

A iniciativa é promovida pela Embaixada e Consulados dos EUA em parceria com o Instituto Gloria e apoio da Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), com o objetivo de desenvolver o empoderamento feminino através de uma formação que estimula o empreendedorismo, inovação e responsabilidade social para o ambiente de trabalho do século XXI.

O Instituto Federal do Rio Grande do norte (IFRN), por meio do Campus Apodi foi representado pelo projeto “Inclusão100limites”, que visa a prototipação de uma cadeira de rodas que proporciona a acessibilidade de pessoas cadeirantes ou com mobilidade reduzida em estradas rurais carroçáveis ou de difícil acesso.

A equipe é formada pelo orientador José Eric, pela mentora Andreia Santos e pelas alunas Ana Beatriz, Ana Luiza, Lanna Rebeca e Maria Júlia.

A iniciativa conquistou o terceiro lugar nacional, atendendo com nota máxima os critérios de premiação: Problema, solução proposta, inovação do protótipo e escalabilidade do produto.

A estudante do Curso Técnico Integrado em Agropecuária, Ana Beatriz Alves, conquistou o título de destaque “Garota Power” na competição, garantido após seis meses de avaliação a partir dos critérios de pontualidade, presença, responsabilidade, cooperação, atitude e participação em eventos.

Durante o programa a comitiva passou por intensas qualificações promovida pela embaixada americana em educação financeira ministrada por Nathalia Arcuri, CEO do Me Poupe, além de ações voltadas ao empreendedorismo, marketing, oratória e mídias sociais.

"Estou muito satisfeito e feliz com os resultados do Campus, conseguimos diversos feitos ao decorrer do Power4Girls 2023. Fomos o Campus mais premiado no evento, no projeto alcançamos o pódio, obtendo nota máxima pela comissão avaliadora, composta por representantes da Google, Damarest e Amazon, e tivemos a grata surpresa de uma das meninas da equipe sendo selecionada como uma das três Garotas Power 2023. Para mim o feito foi histórico, pois a equipe é a primeira do IFRN a ser premiada no evento. Tenho certeza que isso pode promover uma maior participação de outras alunas nos anos seguintes”, disse o orientador José Eric.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário