13 ABR 2024 | ATUALIZADO 13:43
ESTADO
28/02/2024 14:27
Atualizado
28/02/2024 14:27

Criminosos quebram postes, furtam cabos e deixam 7.581 clientes sem energia em Macau e Guamaré

A+   A-  
Foram quebrado seis postes de uma linha de transmissão de Alta Tensão (69.000 volts) e furtados 600 metros de cabos no trecho entre Macau e Guamaré, na região da Costa. Um dos postes quebrados fica na Comunidade Cohab, próximo ao IFRN, e os outros cinco próximos à Comunidade Papagaio, zona rural do município. A geradora, atendida em alta tensão, segue com o fornecimento interrompido até que a substituição dos postes quebrados e a reposição dos cabos sejam concluídas – ainda sem previsão pois a região está alagada em função das chuvas. A ação criminosa já é a sexta no mesmo local em menos de 90 dias.
Imagem 1 -  Foram quebrado seis postes de uma linha de transmissão de Alta Tensão (69.000 volts) e furtados 600 metros de cabos no trecho entre Macau e Guamaré, na região da Costa. Um dos postes quebrados fica na Comunidade Cohab, próximo ao IFRN, e os outros cinco próximos à Comunidade Papagaio, zona rural do município. A geradora, atendida em alta tensão, segue com o fornecimento interrompido até que a substituição dos postes quebrados e a reposição dos cabos sejam concluídas – ainda sem previsão pois a região está alagada em função das chuvas. A ação criminosa já é a sexta no mesmo local em menos de 90 dias.
Foram quebrado seis postes de uma linha de transmissão de Alta Tensão (69.000 volts) e furtados 600 metros de cabos no trecho entre Macau e Guamaré, na região da Costa. Um dos postes quebrados fica na Comunidade Cohab, próximo ao IFRN, e os outros cinco próximos à Comunidade Papagaio, zona rural do município. A geradora, atendida em alta tensão, segue com o fornecimento interrompido até que a substituição dos postes quebrados e a reposição dos cabos sejam concluídas – ainda sem previsão pois a região está alagada em função das chuvas. A ação criminosa já é a sexta no mesmo local em menos de 90 dias.

Criminosos voltaram a agir e quebraram seis postes de uma linha de transmissão de Alta Tensão (69.000 volts) e furtaram 600 metros de cabos no trecho entre Macau e Guamaré, na região da Costa, por volta das 22h desta terça-feira (27).

Esta é a sexta ação criminosa registrada na mesma linha nos últimos 90 dias. Um dos postes quebrados fica na Comunidade Cohab, próximo ao Instituto Federal de Educação Teológica (IFRN), e os outros cinco próximos à Comunidade Papagaio, zona rural do município.

A ação criminosa de ontem interrompeu o fornecimento para 7.581 clientes, incluindo uma geradora de energia eólica. Em dois minutos, a distribuidora reestabeleceu o fornecimento dos clientes atendidos em baixa e média tensão por meio de manobras no sistema.

A geradora, atendida em alta tensão, segue com o fornecimento interrompido até que a substituição dos postes quebrados e a reposição dos cabos sejam concluídas – ainda sem previsão pois a região está alagada em função das chuvas.

A Neoenergia Cosern abriu um boletim de ocorrência e compartilhou as informações com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed).

Furto de cabos e falta de energia

De 1º de janeiro a 28 de fevereiro de 2024, o Centro de Operações Integradas (COI) da Neoenergia Cosern registrou 255 faltas de energia provocadas por furto de cabos e de outros equipamentos da rede elétrica em todo o estado. O crime já deixou 430 mil potiguares sem energia por até cinco horas, em média, em residências, hospitais, escolas, delegacias, sem abastecimento de água, internet e outros serviços essenciais. Em 2023, cerca de 800 mil potiguares foram afetados pelo crime de furto de cabos da rede elétrica.

Em linha reta, os cabos de energia elétrica da Neoenergia Cosern furtados em todo o estado em 2023 somaram 35 quilômetros – distância equivalente ao trajeto entre Natal e Ceará-Mirim, por exemplo.

É possível denunciar esse tipo de crime, de forma anônima e segura, à Polícia Militar, no telefone 190, e no 116 da Neoenergia Cosern. Por questão de segurança, a população nunca deve se aproximar da rede elétrica, principalmente se ela estiver danificada pelo vandalismo.

Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário