22 MAI 2024 | ATUALIZADO 23:42
POLÍCIA
13/04/2024 22:08
Atualizado
13/04/2024 22:08

Estado começa a construção do 12 Batalhão de Polícia Militar de Mossoró-RN

A+   A-  
A sede própria do 12 BPM, que existe desde a época do Governo Rosalba, funcionando num prédio alugado, será num terreno doado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, perto do Hospital Regional da Mulher, na região Leste de Mossoró. A ordem de serviço, assinada no dia 20 de fevereiro pela Governadora Fátima Bezerra, prevê a conclusão da obra em 12 meses.
Imagem 1 -  A sede própria do 12 BPM, que existe desde a época do Governo Rosalba, funcionando num prédio alugado, será num terreno doado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, perto do Hospital Regional da Mulher, na região Leste de Mossoró. A ordem de serviço, assinada no dia 20 de fevereiro pela Governadora Fátima Bezerra, prevê a conclusão da obra em 12 meses.
A sede própria do 12 BPM, que existe desde a época do Governo Rosalba, funcionando num prédio alugado, será num terreno doado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, perto do Hospital Regional da Mulher, na região Leste de Mossoró. A ordem de serviço, assinada no dia 20 de fevereiro pela Governadora Fátima Bezerra, prevê a conclusão da obra em 12 meses.
Foto: Carlos Costa

O Governo do Estado começou a construção do 12 Batalhão de Polícia Militar num terreno doado oficialmente pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Através de sua assessoria, o Governo informa que o investimento será de R$ 1,9 milhão. Parte destes recursos (R$ 1,2 milhão) foram destinados pelo deputado General Girão.

O 12 BPM foi criado no Governo Rosalba, sem uma sede adequada e nem contingente suficiente. Ficou funcionando num prédio alugado nas margens da BR 304.

Durante o governo Robinson Faria, iniciou-se o movimento para construir a sede do 12 BPM no terreno doado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

A proposta não prosperou. Em 2018, já no Governo Fátima, a proposta finalmente foi recebida bem pelas autoridades, tendo Assembleia aprovado a doação do terreno.

Inicialmente, o investimento previsto era de R$ 1,2 milhão, emenda parlamentar do deputado federal General Girão. Os anos se passaram e a obra não foi feita.

Em contato com o MH, o secretário de Infraestrutura do Governo do Estado, Gustavo Rosado Coelho, explicou que o projeto havia mudado, em função dos preços dos insumos.

Diante desta mudança, a então empresa que havia ganho a licitação para fazer a obra, havia desistido, sendo necessário o governo mudar o projeto e fazer o aporte financeiro.

Assim foi feito. O Governo do Estado injetou R$ 700 mil. Finalmente, as obras estão começando, no prolongamento da Av. Antônio Campos e Silva, no bairro Costa e Silva.

A localização, segundo o comandante geral da Polícia Militar no Rio Grande do Norte, é estratégica para atender a força policial atender a todo a região Leste de Mossoró.

Além de ficar perto da UERN, também fica nas imediações do Hospital da Mulher Parteira Maria Correia, do Abatedouro Frigorífico de Mossoró (AFIM) e Complexo Judiciário.

“Abrange a área da Costa Branca, que também engloba a região do batalhão”, diz o tenente-coronel Jailson Andrelino de Souza Cavalcante, comandante do 12º BPM.

A ordem de serviço foi assinada pela governadora Fátima Bezerra no dia 20 de fevereiro e o prazo para a construtora concluir a obra é 12 meses.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário