22 MAI 2024 | ATUALIZADO 23:42
NACIONAL
LEANDRO MAZZINI COM WALMOR PARENTE, CAROL PURIFICAÇÃO, LUIZA MELO E ISABELE MENDES
16/04/2024 08:31
Atualizado
16/04/2024 08:31

[COLUNA ESPLANADA] Conselho de Ética: 2 deputados votam para manter mandato de Chiquinho Brazão

Dois dos três deputados sorteados no Conselho de Ética da Câmara para a relatoria do processo de cassação do deputado Chiquinho Brazão (sem partido-RJ) votaram pela permanência do parlamentar - acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018 - na cadeia. São eles: Gabriel Mota (Republicanos/RR), que não votou, e Bruno Ganem (PODE/SP) e Ricardo Ayres (Republicanos/TO) votaram sim. A próxima reunião do colegiado está agendada para amanhã e pode definir o relator do processo de Brazão, além de analisar pareceres de outros processos. Além deste processo, aberto a partir de representação do Psol, há outro pedido do Novo que também pede a cassação do parlamentar.
[COLUNA ESPLANADA] Dois dos três deputados sorteados no Conselho de Ética da Câmara para a relatoria do processo de cassação do deputado Chiquinho Brazão (sem partido-RJ) votaram pela permanência do parlamentar - acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018 - na cadeia. São eles: Gabriel Mota (Republicanos/RR), que não votou, e Bruno Ganem (PODE/SP) e Ricardo Ayres (Republicanos/TO) votaram sim. A próxima reunião do colegiado está agendada para amanhã e pode definir o relator do processo de Brazão, além de analisar pareceres de outros processos. Além deste processo, aberto a partir de representação do Psol, há outro pedido do Novo que também pede a cassação do parlamentar.

COLUNA ESPLANADA

Leandro Mazzini

com Walmor Parente, Carol Purificação, Luiza Melo e Isabele Mendes


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 16 DE ABRIL DE 2024 - Nº 3.858

Dias contados

Dois dos três deputados sorteados no Conselho de Ética da Câmara para a relatoria do processo de cassação do deputado Chiquinho Brazão (sem partido-RJ) votaram pela permanência do parlamentar - acusado de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018 - na cadeia. São eles: Gabriel Mota (Republicanos/RR), que não votou, e Bruno Ganem (PODE/SP) e Ricardo Ayres (Republicanos/TO) votaram sim. A próxima reunião do colegiado está agendada para amanhã e pode definir o relator do processo de Brazão, além de analisar pareceres de outros processos. Além deste processo, aberto a partir de representação do Psol, há outro pedido do Novo que também pede a cassação do parlamentar.

Tesourada

Criado pela ex-primeira dama Marcela Temer e “amadrinhado” pela sucessora, Michelle Bolsonaro, o programa Criança Feliz, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social, foi um dos mais atingidos pelos cortes no orçamento. O desfalque nas ações de estímulo ao desenvolvimento infantil será de mais de R$ 90 milhões. Pátria Voluntária, outro programa de Michelle, foi extinto.


Arremeteu, de novo

Enfrentando turbulência, o programa Voa Brasil, que prevê a venda de passagens aéreas mais baratas, teve de arremeter de novo. Dessa vez, por causa de agenda. Faltou acertar a data cerimônia. Estava marcada para amanhã, mas terá que ser adiada. O presidente Lula da Silva e delegação do Governo estarão na Colômbia.

Silvicultura

Presidente da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF), Mariana Lisbôa pediu ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), aprovação do Projeto de Lei que exclui a silvicultura do rol de atividades potencialmente poluidoras. O texto já passou pela Comissão de Meio Ambiente e foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Lira garantiu empenho para aprovar a proposta.

Termômetro

O badalado aniversário do presidente nacional do Republicanos e vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira, serviu de termômetro para o eventual apoio do Planalto à sua candidatura à sucessão de Arthur Lira (PP-AL). O evento foi realizado em uma mansão em Brasília e o deputado sorria ao ser chamado de “presidente” por convidados que ocupam a cúpula do Governo.

Contratos

O Ministério da Saúde parece ter dificuldades em acessar os contratos da gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro que foram cancelados em 2023 e neste ano. A Coluna entrou em contato há dias pedindo informações a respeito do assunto, mas desde então a demanda segue com a área técnica, segundo a assessoria do órgão.

ESPLANADEIRA

# USAID exibe documentário "O Território", na Casa Thomas Jefferson (Brasília), dia 23, às 18h30. # Trend Micro chega à Brasília, na quinta-feira (18), para discutir segurança digital. # Escola de Artes do Centro Universitário Celso Lisboa oferece oficinas gratuitas de canto, teatro e desenho no Instituto Nise da Silveira. # Benny Briolly lança o livro “Mulher da vida: narrativas de um corpo político”, hoje (16), na Livraria da Travessa (Niterói-RJ). # GetNinjas firma parcerias e abre as portas do seu ecossistema para o mercado. # Clínicas odontológicas do Sesc Goiás agora oferecem clareamento dental. 

Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário