02 JUL 2020 | ATUALIZADO 11:04
ESTADO
OBVIO - Observatório da Violência
05/09/2016 04:11
Atualizado
13/12/2018 02:55

Por um futuro de justiça paz

A+   A-  
O OBVIO – Observatório da Violência Letal Intencional do RN publica o seu segundo boletim mensal
Imagem 1 -  OBVIO Ed. Nº 02: Por um futuro de justiça paz

OBVIO - Edição Nº 02

O OBVIO – Observatório da Violência Letal Intencional do RN, Grupo de Pesquisa da Universidade Federal Rural do Semi-Àrido (UFERSA), cadastrado no CNPQ, traz o seu segundo boletim mensal, com dados detalhados das Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLIs) para o mês de agosto deste ano de 2016. Além disso, traz também dados comparativos com o mesmo período (tanto agosto como todos os meses até então) de 2014 e 2015.

Clique na imagem da capa para ler ou baixar o relatório em seu PC/Smartphohe

A coleta e a consolidação é feita por meio da Metodologia Metadados, que interpola e concatena referências e dados de forma dinâmica e integrada para a devida credibilidade e celeridade dos resultados, destarte usada para construir um banco de dados independente, interligado com diversas fontes (Plataforma Multifonte) disponíveis aos pesquisadores.

A expertise de Ivenio Hermes, sistematizador da Metodologia Metadados, possibilita a coleta de dados, evento a evento. Importante também ressaltar o trabalho de nossos colaboradores, que coletam e confirmam todos os CVLIs apontados. O que leva a uma certeza estatística superior à 90% nos CVLIS geral e em 100% nos CVLIs notificados.

O Observatório da Violência cumpre seu papel de transparecer os dados da violência homicida no RN, principalmente diante da falta acesso e transparência imputada pela atual gestão à frente do Governo do Rio Grande do Norte. Antes, como membro da Câmara Técnica de Mapeamento CVLIs da SESED, representando a UFERSA, podíamos auditar e confirmar os dados apresentados. Porém, após mudanças no quadro da COINE, o acesso aos bancos “oficiais” passaram a nos ser negados, como já ocorria em gestões anteriores. Outrossim, os dados coletados, hoje, não passam mais por “auditoria técnica externa independente”, ficando os membros da Câmara Técnica apenas com acesso aos dados já “trabalhados”.

Reiterando nosso compromisso com a transparência, como dito anteriormente, divulgamos os dados auditados e trabalhados com afinco e sem nenhum ganho remunerativo. Aos nossos parceiros e apoiadores, nosso imenso obrigado.

Ao povo do RN, a certeza do trabalho continuado, por um futuro de justiça e paz.

Notas

Compra Notebook

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário