23 JUL 2024 | ATUALIZADO 18:32
POLÍTICA
Da redação
05/01/2017 07:10
Atualizado
14/12/2018 08:20

Rosalba e seu discurso irresponsável de que o Presídio Federal trouxe violência

A+   A-  
A violência cresceu e se transformou numa tragédia graças à irresponsabilidade de gestores como a própria Rosalba, que deixou de investir dezenas de milhões da União no sistema Prisional estadual
Imagem 1 -  Rosalba e seu discurso irresponsável de que o Presídio Federal trouxe violência
Bastou Rosalba Ciarlini reassumir um cargo público, para seus pupilos passarem a espalhar nas redes sociais e na mídia o seu discurso irresponsável de que o Presídio Federal de Mossoró trouxe para a cidade o aumento desenfreado da violência.

A declaração de agora prefeita foi quando ainda governadora durante uma visita ao município de Pau dos Ferros. Lá no Alto Oeste, alguém perguntou sobre a crescente da violência em Mossoró, e Rosalba Ciarlini, para se livrar da culpa, disse que era coisa do Presídio Federal.

Não é. Primeiro porque o Presídio Federal foi inaugurado em 2010 e a matança em Mossoró começou em 2006, um ano após a chegada do crack a Mossoró. Isto por si só já seria o suficiente para desqualificar o discurso da então governadora e hoje prefeita.

O responsável direto pela violência no Estado é a irresponsabilidade de ex-governantes como a própria Rosalba Ciarlini e os outros que lhe antecederam, que não investiram corretamente em educação e menos ainda em políticas públicas de fortalecimento da família.

E os níveis sangrentos de violência foram alcançados graças à irresponsabilidade da hoje prefeita quando era governadora, que deixou voltar aos cofres da União dezenas de milhões para construir cadeias e presídios em Mossoró, Macau, Lajes, Ceará Mirim e Parnamirim.

Inclusive, por este motivo, o Ministério Público Federal está processando Rosalba Ciarlini criminalmente. Foi a ausência de investimento que levou o sistema ao colapso, a tragédia que é hoje em todo o Rio Grande do Norte e não a presença do Presídio Federal.

Cabe observar que a violência disparou de forma mais acentuada em 2016 nas cidades perto de Natal, que ficam longe de Mossoró, longe do Presídio Federal. Os assaltos e assassinatos em Mossoró estão diretamente relacionados com o caos no sistema prisional estadual local.

Centenas de presos estão numa ala que não tem muro ou guarita, no presídio estadual. Eles não podem, mas saem e voltam quando bem entendem. E este absurdo é responsabilidade dos ex-governadores, como Rosalba Ciarlini, e o atual governo de Robinson Faria.

Por fim, posso repassar o nome e o endereço de todos que foram assassinados nos últimos 6 anos em Mossoró e desafio qualquer um a encontrar um só caso que tenha qualquer relação com o Presídio Federal de Mossoró.

Se procurar, vai encontrar o contrário: um bandido perigoso mossoroense matou um agente penitenciário federal.

O Presídio Federal de Mossoró é seguro!
 

Notas

Relativa

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário