04 AGO 2020 | ATUALIZADO 18:43
MOSSORÓ
Da redação
11/08/2015 14:28
Atualizado
13/12/2018 11:51

Prefeitura e taxistas entram em acordo sobre embarque e desembarque

A+   A-  
O novo acordo selado entre a Semob, taxistas intermunicipais e taxistas municipais ainda vai ser repassado para o prefeito Francisco José Júnior.
Imagem 1 -  Prefeitura e taxistas entram em acordo sobre embarque e desembarque
Cedida: Gildo Bento

O secretário Charlejandro Rustayne, da Secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB), se reuniu na manhã desta terça-feira, 11, com a comissão dos taxistas intermunicipais e com os representantes dos taxistas municipais para definir como será o embarque e desembarque dos taxistas intermunicipais em Mossoró.

A reunião ainda contou com a participação de Álamo Duarte como representante da OAB, da equipe técnica da Semob e da imprensa. 

Os principais pontos da reunião eram sobre como seria a questão do embarque e desembarque e a quantidade de pontos de apoio. Após ouvir as propostas dos taxistas municipais e intermunicipais e conseguir um consenso das duas partes, a Semob vai aumentar o número de pontos de apoio de dois para quatro e manterá a sugestão do prefeito Francisco José Júnior de ter o desembarque livre, podendo ser feito no Centro, escola ou hospital, desde que o táxi volte para o ponto de apoio estabelecido pela Semob sem pegar passageiros. 

Dos quatro pontos de apoio, dois já estão definidos: Ponto A, localizado na Avenida Felipe Camarão, na parada do Aeroporto; Ponto B, localizado no Parque Armando Buá, onde acontece a tradicional Feira do Bode. Os pontos C e D ainda não foram definidos pela Semob, mas também ficarão afastados do Centro da cidade.  

O secretário explica que o taxista intermunicipal poderá deixar o passageiro em qualquer local, no entanto ao chegar a Mossoró esse passageiro deixa de ser intermunicipal e passa a ser usuário do transporte público, e terá mais opções para se locomover na cidade. Com o novo acordo, o passageiro que ficar no Centro, escola ou hospital poderá voltar pra casa de várias formas. Ele pode pegar um ônibus até o ponto de apoio e de lá voltar com o taxista de sua cidade; ele poderá pegar um táxi de Mossoró até o ponto de apoio e de lá voltar para sua cidade, ou também pode pegar um táxi de Mossoró e voltar direto para a cidade de origem. 

O novo acordo selado entre a Semob, taxistas intermunicipais e taxistas municipais ainda vai ser repassado para o prefeito Francisco José Júnior. Ao ser aprovado pelo prefeito, o acordo será lançado no Jornal Oficial de Mossoró (JOM) e posteriormente entrará em vigor. “Depois de muita conversa e reuniões, conseguimos chegar a um ponto comum. Entramos em um consenso e agora é só repassar tudo para o prefeito. Vamos fiscalizar para que tudo aconteça como foi acordado”, afirma Charlejandro Rustayne.

Notas

AME

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário