26 AGO 2019 | ATUALIZADO 00:27
NACIONAL

Velório de Ricardo Boechat termina e corpo segue para cremação

Pouco antes da saída do corpo, um grupo de algumas dúzias de taxistas e motoristas fizeram um buzinaço, acompanhado por palmas, em frente ao MIS em homenagem ao jornalista, admirado pela categoria
AGÊNCIA O GLOBO
12/02/2019 15:05
Atualizado
12/02/2019 15:12
A+   A-  
Velório do jornalista Ricardo Boechat termina e corpo segue para cremação
Após mais de doze horas de velório e centenas de presentes que formaram fila até fora do museu, o corpo do jornalista Ricardo Boechat saiu do Museu da Imagem e do Somàs 14h em um caixão em direção ao cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra , para ser cremado às 16h
Edilson Dantas / Agência O Globo

Após mais de doze horas de velório e centenas de presentes que formaram fila até fora do museu, o corpo do jornalista Ricardo Boechat saiu do Museu da Imagem e do Somàs 14h em um caixão em direção ao cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra , para ser cremado às 16h, em cerimônia restrita a familiares e amigos próximos. Ao término do velório, os presentes aplaudiram Boechat de pé por mais de dois minutos.

Pouco antes da saída do corpo, um grupo de algumas dúzias de taxistas e motoristas fizeram um buzinaço, acompanhado por palmas, em frente ao MIS em homenagem ao jornalista, admirado pela categoria. Um ato semelhante ocorreu na segunda-feira em frente à Rede Bandeirantes.

O velório do jornalista começou por volta das 22h desta segunda-feira e contou com a presença de diversas autoridades, como o governador João Doria, o prefeito Bruno Covas e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno .

Durante a manhã, a esposa de Boecha, Veruska, conversou com jornalistas e destacou a coragem que Boechat representava. Segundo ela, o âncora nunca se acomodou em ser um repórter que não precisava se posicionar.


Notas

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário