21 SET 2019 | ATUALIZADO 13:00
POLÍCIA

Advogado vai a júri popular pelo homicídio do radialista F. Gomes

O julgamentos está deve acontecer no Fórum Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, em Natal. O advogado Rivaldo Dantas de Farias é um dos quatro acusados de planejar a morte do radialista em outubro de 2010.
COM INFORMAÇÕES GO D1
21/08/2019 09:02
Atualizado
21/08/2019 17:52
A+   A-  
Imagem 1 -
FOTO: ROSIVAN AMARAL

Na manhã  desta quarta-feira  (21) acontece, em Natal, o júri popular do advogado Rivaldo Dantas de Farias, um dos quatro acusados de planejar a morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes.

O radialista foi assassinado a tiros em 18 de outubro de 2010, na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar. O julgamento acontece no Fórum Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul da capital potiguar.

Rivaldo, que aguardava o julgamento em liberdade, foi preso preventivamente no mês passado em uma operação realizada pelo Ministério Público.

Veja mais:

Advogado é preso por intimidar testemunhas do Caso F. Gomes, em Caicó


O mandado foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Natal, atendendo pedido da 15ª Promotoria de Justiça. O advogado responde pelo crime de homicídio triplamente qualificado: motivo fútil, emboscada e morte mediante promessa de recompensa.

O motivo do pedido de prisão feito pelo MP foi para que o réu não atrapalhasse o andamento do processo. Por ser advogado, Rivaldo ficou detido no Comando Geral da Polícia Militar, em Natal.

O Jornalista F. Gomes tinha 46 anos e trabalhava na rádio Caicó AM. Ele foi atingido por três tiros de revólver na calçada de casa. Vizinhos ainda o socorreram ao Hospital Regional de Caicó, mas F. Gomes não resistiu aos ferimentos.


Notas

Unicursos 2019

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário