19 OUT 2021 | ATUALIZADO 18:25
POLÍCIA
COM INFORMAÇÕES DO G1 E DPFRN
05/09/2019 19:12
Atualizado
06/09/2019 07:45

PF apreende 70,8 kg de cocaína em sacos de sal no Porto de Natal

A+   A-  
A droga estava em sacos da Marasal, de Mossoró-RN. A carga ia seguir com destino à Europa. A apreensão é resultado de uma operação conjunta entre a Polícia Federal e a Receita Federal.
Imagem 1 -  Sacos de sal da Marasal, com a informação de que havia sido moído e embalado em Mossoró-RN
Sacos de sal da Marasal, com a informação de que havia sido moído e embalado em Mossoró-RN
AGENCIA/PF

Sessenta e seis tabletes de cocaína foram apreendidos na tarde desta quinta-feira (5) no Porto de Natal, em meio a uma carga de sal que seguiria para Antuérpia, Bélgica, Europa. A apreensão é resultado de uma operação conjunta entre a Polícia Federal e a Receita Federal.

A descoberta aconteceu durante uma fiscalização e análise de situação suspeita.


Ao ser vistoriada a carga de um contêiner, inclusive com a utilização de escâner, surgiram indicações de que alguns sacos de sal continua algo estranho no seu interior.

Após devidamente separados e abertos, foram encontrados os 66 tabletes da droga, precisamente 70,8 kg de cocaína pura que estavam camuflados em sacos de sal com nome de Marasal, de Mossoró-RN.

No aprofundamento das investigações, a Polícia Federal vai abrir um inquérito policial e realizar mais buscas para identificar e prender os envolvidos na transação criminosa.

Com mais esta ação, a PF ratifica a importância das reuniões da CESPORTOS, que a instituição vem realizando ao longo de 2019 no RN. Tal comissão, presidida pela PF, tem como missão prevenir e reprimir os atos ilícitos nos portos, terminais e vias navegáveis.

A Assessoria destaca que só neste ano de 2019 já foram apreendidos 4,4 toneladas de cocaína no Porto de Natal.

Mais droga apreendida



Ainda no dia de ontem, na parte da manhã, a Polícia Federal recebeu uma denúncia anônima de que um caminhão guardado em um galpão no bairro de Emaús, na Zona Sul de Natal, estaria sendo usado para transportar drogas. No local,os constataram no compartimento da boleia, 12 kg de cocaína. Além do veículo, foi apreendido também uma empacotadeira a vácuo, provavelmente usada para embalagem da droga.


Rota do tráfico

Depois de registrar, em apenas dois dias de fevereiro, apreensão de mais de três toneladas de cocaína, o Porto de Natal teve as exportações de frutas e outros produtos locais suspensas para a Europa.

Entre outubro do ano passado e fevereiro deste ano, a polícia holandesa realizou quatro apreensões de drogas, todas escondidas dentro de contêineres, em meio a carregamentos de frutas que embarcaram no Porto de Natal, o que totalizou quase 7 toneladas do pó.

Somadas às duas ações realizadas pela Polícia Federal no próprio porto da capital, em fevereiro, o quantitativo de entorpecentes apreendidos supera as 10 toneladas.

À época, a PF informou que Natal é ponto de partida de uma rota do tráfico internacional de drogas. A polícia disse que já sabia da existência de transporte pelo ar – caso em que o entorpecente é levado na bagagem ou preso ao corpo de passageiros de aviões.

O trajeto marítimo era novidade, de acordo com Delegacia Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF no Rio Grande do Norte.


Notas

Tekton

Publicidades

Outras Notícias

Deixe seu comentário