21 SET 2019 | ATUALIZADO 14:25
POLÍCIA

PC/RN prende integrantes de quadrilha envolvida em roubo de carro-forte

Durante a operação, nesta quarta-feira (11), três integrantes da quadrilha foram presos e outros dois terminam mortos em confronto com a polícia. De acordo com as investigações, o grupo é responsável por realizar diversos crimes nos estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.
11/09/2019 18:44
Atualizado
11/09/2019 18:45
A+   A-  
Imagem 1 -  Com o grupo, foram encontrados dois revólveres calibre .38, um carregador de fuzil, dois veículos, a quantia de R$ 3.486,00 em dinheiro, inclusive cédulas queimadas e danificadas.
Com o grupo, foram encontrados dois revólveres calibre .38, um carregador de fuzil, dois veículos, a quantia de R$ 3.486,00 em dinheiro, inclusive cédulas queimadas e danificadas.
FOTO: DIVULGAÇÃO/PCRN

Nesta quarta-feira (11) a Polícia Civil do Rio Grande do Norte prendeu dois homens e uma mulher suspeitos de integrarem um grupo criminoso envolvido em um roubo a carro-forte, ocorrido no município de Bom Jesus, na quinta-feira (6).

Durante a fuga, após a ação criminosa, a quadrilha se deparou com uma viatura da PM e efetuou vários disparos de fuzil, atingindo o Sargento Gileno, da polícia militar.

Veja mais:

Quadrilha explode carro forte e acerta tiro de fuzil em sargento


A ação policial nesta quarta se iniciou em uma residência no bairro Cajupiranga, no município de Parnamirim, onde os suspeitos entraram em confronto com os policiais.

Dois homens foram atingidos por disparos e socorridos, mas não resistiram aos ferimentos, sendo um deles identificado como Francisco Emerson Gomes da Rocha, conhecido como “Ceará”, 31 anos.

“Ceará” é apontado nas investigações como o mentor do roubo ao carro-forte realizado na cidade de Bom Jesus.

Em desfavor dele havia um mandado de prisão em aberto pelos crimes de roubo e por integrar organização criminosa. O outro homem estava com documento falso e não foi identificado até o momento.

Com eles, foram encontrados dois revólveres calibre .38. Na residência, os policiais apreenderam um carregador de fuzil, dois veículos, a quantia de R$ 3.486,00 em dinheiro, inclusive cédulas queimadas e danificadas.

Laranda Oliveira dos Santos, de 24 anos, natural de Natal/RN, foi presa pelos crimes de posse irregular de arma de fogo, receptação e associação criminosa.

Em seguida, os policiais realizaram diligências em uma granja situada em Lagoa Azul, Zona Rural de Nísia Floresta, local onde os suspeitos se reuniam, antes de praticarem os crimes.

No imóvel, foram apreendidas uma espingarda e munições calibre .12, além de uma máquina de contar cédulas que estava queimada.

Na granja, foram presos Thiago Henrique de Oliveira, 32 anos, natural de Santa Rita/RN, e Maciel Sales, 30 anos, natural de Natal/RN. Ambos foram autuados em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo, receptação e associação criminosa.

De acordo com as investigações, o grupo é responsável por realizar diversos crimes nos estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

A ação realizada pela DEICOR, nesta quarta-feira (11), é uma continuação da operação deflagrada no domingo (08), em conjunto com Delegacia de Roubos e Furtos de Pernambuco (DRF/PE), quando foram presos José Bonifácio Nascimento de Barros e Rômulo Silva dos Santos. A prisão aconteceu em uma pousada, no município de Recife, no Estado de Pernambuco.

Veja mais:

Polícia Civil prende dois envolvidos no roubo do carro forte em Bom Jesus

No domingo (08), foram apreendidos mais de R$ 40 mil reais, inclusive algumas notas queimadas, provenientes do roubo ao carro-forte. Os dois homens foram autuados por lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, associação criminosa entre outros.


Notas

Unicursos 2019

Publicidades

Unicursos em Mossoró MOSSORÓ

Outras Notícias

Deixe seu comentário